Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise das preferências dos atributos dos programas de exercícios para prevenção de quedas em idosos com alta e baixa percepção do risco de cair

Processo: 16/12940-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2016
Vigência (Término): 30 de junho de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Monica Rodrigues Perracini
Beneficiário:Danielle Damasceno Aleixo
Instituição-sede: Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão. Universidade Cidade de São Paulo (UNICID). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Preferência do paciente   Exercício físico   Acidentes por quedas   Saúde do idoso   Atenção à saúde

Resumo

Os exercícios físicos constituem um importante pilar em programas de prevenção de quedas na população idosa. No entanto, o engajamento e participação nestes programas dependem da capacidade de atender as necessidades e preferências dos idosos. A autopercepção quanto ao seu risco de cair pode ou não interferir na escolha e na aderência dos idosos aos programas de exercícios físicos. Objetivo: Investigar as escolhas e preferências de idosos com alta e baixa percepção do risco de cair em relação às particularidades dos programas de exercícios físicos para a prevenção de quedas. Método: Serão incluídos 220 participantes com 60 anos e mais, que tenham experimentado ao menos um evento de queda após esta idade, de ambos os gêneros, residentes na comunidade. Idosos com declínio cognitivo, avaliados por meio do Mini-Exame do Estado Mental (MEM) ajustado à escolaridade serão excluídos. Será utilizando um questionário que visa identificar a preferências dos idosos entre diferentes atributos, apresentados em cenários hipotéticos que simulam programas de exercícios físicos para a prevenção de quedas, baseado no método Best-Worst Scaling Choice Experiment (BWS). Os participantes serão classificados em alta e baixa percepção do risco de cair, utilizando-se a Falls Efficacy Scale-International (FES-I Brasil), e as preferências dos idosos serão comparadas. Será conduzida uma análise de regressão logística multivariada para estimar o grau de preferência (utility weights) em cada uma das particularidades dos programas. (AU)