Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo sobre a perspectiva de controle populacional de capivaras (Hydrochoerus hydrochaeris) não letal atravéz de método IMUNOCONTRACEPTIVO reversível

Processo: 16/12549-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2016
Vigência (Término): 30 de setembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Reprodução Animal
Pesquisador responsável:Cristiane Schilbach Pizzutto
Beneficiário:Derek Andrew Rosenfield
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Capivaras   Febre maculosa   Zoonoses   Hydrochoerus hydrochaeris

Resumo

A superpopulação de capivaras (Hydrochoerus hydrochaeris) representa uma crise imensa em inúmeras áreas urbanizadas no Brasil. Isso se deve à sua importância epidemiológica como hospedeiro potencial de doenças zoonóticas, dentre as quais se destaca atualmente seu papel na propagação de uma forma aguda de febre maculosa, cujo agente patológico é a bactéria do gênero Rikettisa rickettsii, e conduz à uma taxa de mortalidade que alcança 40% dos casos, também, por falta de vacina adequada. O principal vetor associado na transmissão de Rickettsia é o carrapato-estrela (Amblyomma cajennense) que coabita áreas com capivaras que, por sua vez, servem como fonte de alimentação durante do ciclo de vida desses carrapatos. A grande resistência das capivaras a condições ambientais adversas e sua alta capacidade de procriação aliadas à extrema redução de predadores naturais e proibição legal de sua caça, podem quadruplicar sua população em apenas um ano em áreas antrópicas, aumentando o risco de disseminação de doenças. Além do risco epidemiológico, preocupam também conflitos do tipo homen-animal de vida livre, como o danos à agricultura e acidentes de trânsito. O objetivo deste trabalho é, em curto prazo, provar a eficiência de um método de imunocontracepção reversível, de efeitos prolongados, cuja aplicação é feita em dose única, podendo ser aplicada à longa distância e com baixo custo - condições essas, imperativas no manejo com animais silvestres de vida livre. Outra vantagem é a atuação Bloqueando a liberação do GnRH (Hormônio liberador de gonadotrofina), subseqüentemente, inibição a produção de hormônios reprodutivos e gametogenesis em ambos sexos, sem efeitos adversos esperados. Representa, assim, uma solução adequada no controle de populações de animais silvestres já que também observa imposições legais, aspectos éticos, morais, e mais importante, garante a saúde geral e genética das populações animais selvagens.

Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias: (56 total)
Mais itensMenos itens

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ROSENFIELD, DEREK A.; NICHI, MARCILIO; LOSANO, JOAO D. A.; KAWAI, GIULIA; LEITE, ROBERTA F.; ACOSTA, ALFREDO J.; BAQUERO, OSWALDO SANTOS; PIZZUTTO, CRISTIANE SCHILBACH. Field-testing a single-dose immunocontraceptive in free-ranging male capybara (Hydrochoerus hydrochaeris): Evaluation of effects on reproductive physiology, secondary sexual characteristics, and agonistic behavior. Animal Reproduction Science, v. 209, OCT 2019. Citações Web of Science: 1.
DEREK ANDREW ROSENFIELD; GINA POLO; CRISTIANE SCHILBACH PIZZUTTO. Brazilian Spotted Fever Prevention through a Nonlethal Capybara Population Control Strategy. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, v. 52, p. -, 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.