Busca avançada
Ano de início
Entree

Alterações periodontais e dos marcadores de remodelação óssea durante o movimento dentário ortodôntico em ratos diabéticos tipo 2 tratados com metformina: avaliação histomorfométrica e imunohistoquímica

Processo: 16/18020-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2016
Vigência (Término): 31 de outubro de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia
Pesquisador responsável:Gerson Francisco de Assis
Beneficiário:Luan Pereira da Macena
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Diabetes mellitus tipo 2   Remodelação óssea   Curativos periodontais   Metformina   Histomorfometria   Imuno-histoquímica   Modelos animais de doenças

Resumo

De acordo com a Sociedade Brasileira de Diabetes (2016) uma epidemia de diabetes melitus (DM) está em curso, com um prognóstico de 471 milhões de indivíduos para 2035. Os DM tipo 2 (DM2) que estão relacionados a resistência a insulina e obesidade, representam cerca de 90% dos diabéticos. As alterações metabólicas na DM2 além de estarem relacionados a doenças cardiovasculares, neurológicas e renais, também acarretam osteoporose e fraturas. Em estudo prévio verificamos que a dieta hiperlipídica em ratos, além de promover a obesidade acarreta em redução da densidade óssea alveolar. Durante a movimentação ortodôntica experimental, observamos microtomográficamente que os animais DM2 apresentaram inadequada movimentação dentária associada a grande perda óssea alveolar, enquanto que, nos ratos tratados com metformina o padrão de movimentação é similar aos normoglicêmicos. Corroborando e complementando os achados prévios, no atual trabalho avaliaremos histomorfometricamente as alterações no Ligamento Periodontal e pela técnica imunohistoquímica quantificaremos o número de células marcadas por mm2 das moléculas chaves envolvidas no processo de remodelação óssea alveolar como formação/ativação e sobrevivências de osteoclastos (TRAP+, TNF-±, RANKL, OPG) e diferenciação e atividade osteoblástica (Runx-2, OC e ALP). Também quantificaremos os receptores de produtos de glicação avançada RAGE relacionadas com o estado diabético. Os dados obtidos serão submetidos à Análise de Variância (ANOVA) a dois critérios. Os dados obtidos no atual trabalho, juntamente com os resultados microtomográficos obtidos previamente, acarretarão em um manuscrito a ser submetido em um periódico de impacto da área fornecendo dados para uma melhor abordagem clínica geral e odontológica nos pacientes T2D.