Busca avançada
Ano de início
Entree

Movimentos sociais, comunicação, cultura e território na América Latina

Processo: 16/20978-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de novembro de 2016
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Comunicação - Jornalismo e Editoração
Pesquisador responsável:Dennis de Oliveira
Beneficiário:Guilherme Fernandes de Souza
Instituição-sede: Escola de Comunicações e Artes (ECA). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:16/01203-0 - Movimentos sociais, comunicação, cultura e território na América Latina, AP.R
Assunto(s):Território   Movimentos sociais   América Latina   Cultura (sociologia)   São Paulo (SP)   Buenos Aires   Bogotá

Resumo

O presente projeto pretende analisar o cenário dos novos movimentos sociais diante da realidade de concentração global do poder do capitalismo em países da América Latina. Parte-se do princípio que o capitalismo contemporâneo age pela ação direta do capital que desregulamenta o modo de produção e o trabalho, intensificando os processos de desigualdades sociais que gera um movimento contestatório significativo e renovado com bases em outras lógicas que expressam alternativas a este poder estabelecido. Estes novos movimentos sociais constituem formas de resistência que politizam a dimensão cotidiana e sinalizam para a constituição de uma nova esfera pública que entra em confronto com o espaço público oficial. Este projeto irá analisar e compreender estas novas configurações e, pontualmente, seus sistemas de organização política, social e comunitária; identificar como constroem o discurso e a prática contra hegemônica; analisar sua relação com o território e os processos culturais identitários e políticos resultantes de suas práticas culturais e de seus processos comunicativos. Este projeto irá analisar estas experiências de movimentos com este perfil nas cidades de São Paulo (Brasil), Buenos Aires (Argentina) e Bogotá (Colômbia) com base nos campos da cultura e comunicação, tem como o objetivo destacar elementos que possam oferecer subsídios para uma reconceituação de movimentos sociais considerando as especificidades da América Latina. (AU)