Busca avançada
Ano de início
Entree

Perscrutando o papel da Progressive Education Association na circulação da New Education Fellowship no Brasil (1920-1940)

Processo: 16/07024-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2016
Vigência (Término): 31 de outubro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Educação - Fundamentos da Educação
Pesquisador responsável:Diana Gonçalves Vidal
Beneficiário:Rafaela Silva Rabelo
Instituição-sede: Faculdade de Educação (FE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):História da educação   Escola nova   Brasil   Estados Unidos

Resumo

O projeto de pós-doutorado tem como temática a circulação da New Education Fellowship (NEF) no Brasil a partir do contato do último com os EUA no período compreendido entre as décadas de 1920 e 1940. Enquanto objetivo, pretende-se explorar as (des)conexões entre a Progressive Education Association (PEA) - uma entidade estadunidense - e o Brasil e compreender de que forma a primeira promoveu a circulação da New Education Fellowship - uma associação internacional situada na Inglaterra - no território brasileiro, tendo como fio condutor a revista estadunidense Progressive Education. O projeto se articula com a pesquisa que vem sendo desenvolvida por Diana Vidal (Processo FAPESP 2015/06456-1) e reúne uma série de documentos coletados em pesquisa de doutorado recém-concluída (Processo FAPESP 2012/11361-1). As poucas referências à NEF na historiografia da educação brasileira, mesmo em face de sua projeção internacional na primeira metade do século XX, reforça a relevância de se explorar as relações que o Brasil estabeleceu com a Fellowship e compreender de que forma as discussões desta circularam entre os educadores brasileiros. O presente projeto assume enquanto hipótese que uma das formas de contato dos educadores brasileiros com as discussões da NEF se deu via EUA, especificamente por meio da PEA. Assim, cabe questionar: Quais os processos de circulação envolvidos e de que forma as ideias da NEF que foram difundidas via EUA foram incorporadas no discurso dos educadores brasileiros? Enquanto aproximação metodológica buscar-se-á tornar visíveis as histórias conectadas, as continuidades e conexões que muitas vezes passam despercebidas, como chamam a atenção Serge Gruzinski e Roger Chartier, explorando os diferentes processos de circulação (de ideias/modelos/objetos) que culminaram na difusão da NEF no Brasil. Inicialmente, as fontes trabalhadas serão as revistas pedagógicas dos EUA (Progressive Education), da Inglaterra (The New Era) e do Brasil (Revista do Ensino - MG, Escola Nova - SP, Boletim de Educação Pública - RJ, etc.). (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.