Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do consumo de algas perifíticas e seus efeitos sobre o teor de proteína total muscular em juvenis de tilápias-do-Nilo (Oreochromis niloticus) em sistema de tanques escavados no Noroeste do estado de São Paulo

Processo: 16/18848-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2017
Vigência (Término): 31 de maio de 2017
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca - Aquicultura
Pesquisador responsável:Igor Paiva Ramos
Beneficiário:Denis William Johansem de Campos
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia (FEIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Ilha Solteira. Ilha Solteira , SP, Brasil
Assunto(s):Sustentabilidade   Perifiton   Tilápia-do-Nilo   Oreochromis niloticus   Produção animal   Piscicultura

Resumo

A aquicultura nacional, apresentou crescimento de 9.85% entre 2004 e 2014, gerando um PIB de 4 bilhões/ano, destacando-se as pisciculturas em tanques-rede, sendo Oreochromis niloticus (tilápias-do-Nilo) a principal espécie em cultivo. Contudo, há problemas relacionados a esta atividade, como o alto preço de rações e falta de juvenis. Assim, estudos que visem a redução dos custos e o aumento da oferta de juvenis são importantes e poderão viabilizar a entrada de pequenos produtores no mercado. A utilização de alimento natural, como perifíton, pode ser uma alternativa para diminuição dos custos. Assim, o objetivo da presente proposta é avaliar a utilização de perifíton por juvenis de O. niloticus, em sistema de tanques escavados e seus efeitos sobre proteína total muscular. A presente proposta seguirá o projeto "Boas práticas de manejo na produção de juvenis de tilápias do Nilo" processo Fapesp nº 2016/07696-9. Serão utilizados juvenis revertidos, com massa média inicial de 2 g e encerrado quando os mesmos atingirem massa média de 40 g. O experimento contará com tratamentos com substrato de bambu para crescimento de perifíton e sem substrato com alimentação de 100% e 50% da ração recomendada com 3 repetições cada tratamento. Serão realizadas três coletas (início, meio e final do experimento), amostrando-se 10 peixes por unidade experimental. Para avaliação da dieta, serão empregados o Índice de importância alimentar (IAi) e análise estatística Permanova two-way, complementada pela análise SIMPER. Para análise proteica, será empregado método colorimétrico, sendo aplicado ANOVA two-way ou teste de Kruskal Wallis. O nível de significância será p<0,05 e os testes estatísticos serão realizados através dos softwares Bioestat 5.0 e Past 3.0. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.