Busca avançada
Ano de início
Entree

Determinação de tamanho mínimo de amostra para estimativa da taxa de produção da fala

Processo: 16/12646-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2016
Vigência (Término): 30 de novembro de 2017
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Linguística - Teoria e Análise Lingüística
Pesquisador responsável:Pablo Arantes
Beneficiário:Verônica Gomes Lima
Instituição-sede: Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Fonética acústica   Fonética articulatória   Prosódia   Acústica da fala

Resumo

Propomos o uso de uma metodologia para determinar o tamanho mínimo da amostra de fala necessária para determinar a taxa de produção de fala - taxa de elocução (TE) e articulação (TA) - a partir de séries temporais constituídas pelos valores de TE e TA calculadas de forma cumulativa ao longo de amostras de fala. A determinação do tamanho mínimo é feita por meio da aplicação da técnica estatística change point analysis, que encontra o ponto na série em que a variabilidade da taxa cumulativa diminui de forma estatisticamente significativa. Um estudo preliminar mostrou que TE e TA levam em média respectivamente 9,2 e 8,7 segundos e que o nível da taxa (lenta, normal ou rápida) tem efeito no tempo de estabilização. Neste projeto propomos estender os resultados anteriores ao investigar o possível efeito dos estilos de elocução (fala semi-espontânea e lida) e da unidade de agrupamento da duração (fone, sílaba e palavra) sobre o tempo de estabilização de TE e TA. (AU)