Busca avançada
Ano de início
Entree

Resultados empresariais de Eco-Inovação em economias emergentes e desenvolvidas

Processo: 16/05168-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2016
Vigência (Término): 30 de novembro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Administração - Administração de Empresas
Pesquisador responsável:David Ferreira Lopes Santos
Beneficiário:Maitê Dubugras Valente Rezende
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Assunto(s):Gestão da inovação   Sustentabilidade   Análise fatorial

Resumo

Propõe-se de forma comparativa analisar os resultados dos esforços em eco-inovação entre empresas sediadas em países desenvolvidos e emergentes. Trata-se de uma pesquisa no limite do tema e que estende os resultados de um projeto anterior coordenado pelo professor proponente junto à FAPESP que avaliou somente os resultados de empresas brasileiras. Neste sentido, esta pesquisa avança na amplitude geográfica, tendo em vista, que as evidências internacionais em países desenvolvidos apontam para uma estrutura de resultados de inovações sustentáveis mais amplas quando comparadas com evidências específicas de países emergentes. Em adição, espera-se utilizar uma abordagem metodológica complementar a análise fatorial que é a análise fatorial confirmatória como forma de superar as limitações apontadas na pesquisa anterior. Por isso, este estudo abrangerá uma amostra de 323 empresas, sendo 95 em países emergentes e 228 empresas em países desenvolvidos. Esta amostra computa empresas com relatórios de sustentabilidade publicados na última versão do Global Reporting Initiative (GRI 4.0) para os anos de 2013 e 2014 e integram 11 setores econômicos distintos. O levantamento de dados ocorrerá por meio de disclosure das informações assinaladas nos relatórios de sustentabilidade e financeiro. Para análise dos dados serão empregados os métodos de Análise Fatorial Confirmatória e a Regressão Múltipla. A hipótese central que norteará esse estudo é: as empresas sediadas em países desenvolvidos apresentam uma estrutura de desempenho em eco-inovação mais consistente que aquelas estabelecidas em nações emergentes. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
LOPES SANTOS, DAVID FERREIRA; VALENTE REZENDE, MAITE DUBUGRAS; CRUZ BASSO, LEONARDO FERNANDO. Eco-innovation and business performance in emerging and developed economies. JOURNAL OF CLEANER PRODUCTION, v. 237, NOV 10 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.