Busca avançada
Ano de início
Entree

Medidas antropométricas, perfil lipídico, função renal e hepática de gatos obesos atendidos no Hospital Veterinário da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ) - Unesp, Botucatu

Processo: 16/06633-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2016
Vigência (Término): 30 de setembro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica e Cirurgia Animal
Pesquisador responsável:Alessandra Melchert
Beneficiário:Natália Volpi Gonçalves
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Gatos   Obesidade   Comorbidade   Nefropatias   Endocrinologia

Resumo

A obesidade é patologia cada vez mais frequente em gatos. Sua ocorrência culmina em redução do bem estar, além de estar associada à comorbidades e diminuição da expectativa de vida. Deste modo, este estudo terá como objetivo avaliar as medidas morfométricas, as alterações laboratoriais e ultrassonográficas renais e hepáticas, as comorbidades presentes e o perfil de alimentação de gatos obesos e em condição corporal normal, atendidos na rotina do serviço do Hospital Veterinário da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia - FMVZ, UNESP, Botucatu, SP. Serão estudados 20 gatos obesos e 20 gatos com escore de condição corporal (ECC) normal, avaliando-se: o exame físico; as medidas antropométricas para graduação do escore corporal (peso corporal, índice de massa corporal- IMC e ECC); parâmetros laboratoriais como perfil lipídico (colesterol total, lipoproteínas de baixa densidade- LDL, lipoproteínas de alta densidade- HDL e triglicérides), função renal (ureia e creatinina séricas, urinálise e relação proteína/creatinina urinária) e perfil hepático (glicose sérica, enzimas aspartato aminotransferase- AST, gamaglutamil transpeptidase- GGT e fosfatase alcalina- FA); e a ultrassonografia abdominal renal e hepática, calculando-se o índice de resistividade renal no modo Doppler. Serão determinados, junto ao condutor do animal a(s) comorbidade(s) presente(s) (motivo de procura pelo atendimento médico), tempo de ocorrência da obesidade e perfil alimentar do gato. Será realizada a comparação das variáveis entre os dois grupos estudados e correlação das comorbidades com a idade e com o escore de condição corporal. (AU)