Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da autofagia/mitofagia induzida por retardantes de chama bromados utilizando cultivo celular hepático em 3D comparado com o modelo convencional em monocamada

Processo: 16/03950-8
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2016
Vigência (Término): 07 de março de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Análise Toxicológica
Pesquisador responsável:Daniel Junqueira Dorta
Beneficiário:Lilian Cristina Pereira
Instituição Sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Autofagia   Degradação mitocondrial   Cultura de células   Hepatócitos
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Autofagia | hepatotoxicidade | Métodos Alternativos | Mitofagia | Retardantes de Chama Bromados | Toxicodinâmica | Métodos alternativos

Resumo

Atualmente o desenvolvimento e otimização de métodos alternativos segue uma forte tendência internacional como uma alternativa à utilização de animais em pesquisas. Dentre as novas tecnologias desenvolvidas incluem diferentes tipos de cultura tridimensional (3D) de células, os quais, ao contrário do cultivo tradicional em monocamadas, reproduzem de forma mais fidedigna o ambiente in vivo. Dentro deste contexto, nosso grupo de pesquisa, que já tem grande experiência na avaliação de citotoxicidade e genotoxicidade de xenobióticos, iniciou recentemente os testes utilizando cultivo em 3D de células hepáticas e em modelo pele equivalente. Propomos assim a implantação do cultivo em 3D de células de fígado humano para avaliar a indução de autofagia/mitofagia induzida por retardantes de chama polibromados (PBDEs), uma classe incluída dentre os contaminantes ambientais com pouca informação ainda sobre seus mecanismos de toxicidade. Nosso grupo já possui grande experiência com PBDEs, para os quais nossos resultados preliminares em monocamadas apontam a importância da autofagia na morte celular induzida por estes compostos, além dos processos de apoptose já evidenciados. Desta forma, este projeto propõe a implantação de técnicas de ponta no laboratório de Toxicologia, como o cultivo de células em 3D e a análise da autofagia, fornecendo assim importantes dados para a avalição de risco a humanos mais fidedigna, além de contribuir para a formação de recursos humanos especializados. Cabe ressaltar que as investigações sobre a ação destes compostos em humanos são escassas e dados de seus efeitos sobre o processo autofágico ainda não existem na literatura. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PEREIRA, LILIAN CRISTINA; DUARTE, FILIPE VALENTE; INACIO FERREIRA VARELA, ANA TERESA; ROLO, ANABELA PINTO; MARQUES PALMEIRA, CARLOS MANUEL; DORTA, DANIEL JUNQUEIRA. Exposure to BDE-153 induces autophagy in HepG2 cells. TOXICOLOGY IN VITRO, v. 42, p. 61-68, . (16/03950-8, 15/15742-8)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.