Busca avançada
Ano de início
Entree

Corpo e espírito: representações da sexualidade no espiritismo de duas cidades paulistas

Processo: 16/16272-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2016
Vigência (Término): 31 de maio de 2018
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Sociologia - Outras Sociologias Específicas
Pesquisador responsável:André Ricardo de Souza
Beneficiário:Fernando Augusto de Souza Guimarães
Instituição-sede: Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/50458-8 - O cristianismo no Brasil em suas feições econômicas e assistenciais com derivações políticas, AP.JP
Assunto(s):Homossexualidade   Sociologia da religião   Corpo humano

Resumo

A proposta desta pesquisa é analisar os discursos da sexualidade em dois níveis do espiritismo kardecista: o discurso institucional produzido, sobretudo no âmbito da Associação Médico-Espírita de Minas Gerais (AME-MG), e a maneira pela qual os membros de centros espíritas nas cidades paulistas de Bauru e São Carlos lidam com a questão da sexualidade. Partindo da hipótese de que a maioria dos espíritas não é (ao menos ainda) receptível a indivíduos da população LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros), esta investigação tem como cerne a abordagem do contraste entre o discurso de tolerância no plano institucional e o limitado grau de aceitação real dessas sexualidades no contexto do interior paulista.