Busca avançada
Ano de início
Entree

O quitrídio nos ranários do Estado de São Paulo e suas implicações para conservação da fauna nativa

Processo: 16/03344-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2016
Vigência (Término): 31 de julho de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Zoologia Aplicada
Pesquisador responsável:Luis Felipe de Toledo Ramos Pereira
Beneficiário:Luisa de Pontes Ribeiro
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Rã-touro   Conservação   Quitridiomicose   Ranários

Resumo

Declínios e extinções de populações e espécies de anfíbios vêm ocorrendo em todo o mundo, tendo como uma das principais causas a quitridiomicose, doença infecciosa emergente causada pelo fungo quitrídio (filo Chytridiomycota) Batrachochytrium dendrobatidis (Bd). Nos girinos causa despigmentação dos dentículos e bico córneo, mas geralmente não é letal. Em indivíduos pós-metamórficos, o fungo se prolifera na epiderme do anfíbio hospedeiro, causando hiperqueratose e gerando desequilíbrio de íons e eletrólitos, podendo levar os animais à morte. Um dos fatores que podem intensificar a ameaça aos anfíbios é a introdução de espécies exóticas. No Brasil, a principal espécie invasora é a rã-touro, Lithobates catesbeianus. Essa espécie foi introduzida no Brasil em 1935 para a prática da ranicultura e atualmente estima-se que 600 ranários estejam em atividade no país. Além de causar vários impactos negativos às espécies nativas, a rã-touro é tolerante ao Bd, sendo apontada como um possível reservatório do fungo e vetor da doença. Além disso, pode ser um importante vetor intercontinental do Bd, através do comércio de carne. Trabalhos recentes mostraram que cepas da linhagem endêmica brasileira de Bd foram isoladas de rãs-touro em Michigan e no Japão. Da mesma forma, o comércio de rãs pode ser responsável pela importação de cepas de outras regiões para fauna nativa do Brasil, ou mesmo fluxo de cepas dentro do Brasil. Como agravante, a fuga das rãs-touro dos ranários e a invasão de espécies nativas nos recintos de criação de rãs são muito comuns no Brasil. Tal fluxo de animais pode também contribuir para disseminação e manutenção da doença em ambiente natural. Desta forma, pretendemos caracterizar diferentes ranários do estado de São Paulo, quanto à presença, prevalência e carga (índices de infecção) de Bd nas rãs-touro, bem como compreender a logística de produção e comércio destes animais com relação à epidemiologia do Bd. Adicionalmente, pretendemos amostrar anuros nativos no entorno dos ranários (tanto quanto a índices de infecção, como quanto à linhagem das cepas) a fim de constatar se ocorre transmissão do fungo das rãs-touro para as espécies nativas e vice-versa. A partir dessas análises pretendemos propor medidas de mitigação e erradicação da doença, visando à conservação da fauna nativa (nacional e internacional).

Publicações científicas (4)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DOS SANTOS, ROSATI COELHO; MOLINARI DE BASTIANI, VELUMA LALU; MEDINA, DANIEL; RIBEIRO, LUISA PONTES; PONTES, MARIANA RETUCI; LEITE, DOMINGOS DA SILVA; TOLEDO, LUIS FELIPE; DE SOUZA FRANCO, GILZA MARIA; LUCAS, ELAINE MARIA. HIGH PREVALENCE AND Low INTENSITY OF INFECTION BY BATRACHOCHYTRIUM DENDROBATIDIS IN RAINFOREST BULLFROG POPULATIONS IN SOUTHERN BRAZIL. Herpetological Conservation and Biology, v. 15, n. 1, p. 118-130, APR 2020. Citações Web of Science: 0.
RUGGERI, JOICE; RIBEIRO, LUISA P.; PONTES, MARIANA R.; TOFFOLO, CARLOS; CANDIDO, MARCELO; CARRIERO, MATEUS M.; ZANELLA, NOELI; SOUSA, RICARDO L. M.; TOLEDO, LUIS FELIPE. Discovery of Wild Amphibians Infected with Ranavirus in Brazil. JOURNAL OF WILDLIFE DISEASES, v. 55, n. 4, p. 897-902, OCT 2019. Citações Web of Science: 0.
RIBEIRO, LUISA P.; CARVALHO, TAMILIE; BECKER, C. GUILHERME; JENKINSON, THOMAS S.; LEITE, DOMINGOS DA SILVA; JAMES, TIMOTHYY; GREENSPAN, SASHA E.; TOLEDO, LUIS FELIPE. Bullfrog farms release virulent zoospores of the frog-killing fungus into the natural environment. SCIENTIFIC REPORTS, v. 9, SEP 17 2019. Citações Web of Science: 0.
GREENSPAN, SASHA E.; LYRA, MARIANA L.; MIGLIORINI, GUSTAVO H.; KERSCH-BECKER, MONICA F.; BLETZ, MOLLY C.; LISBOA, CYBELE SABINO; PONTES, MARIANA R.; RIBEIRO, LUISA P.; NEELY, WESLEY J.; REZENDE, FELIPE; ROMERO, GUSTAVO Q.; WOODHAMS, DOUGLAS C.; HADDAD, CELIO F. B.; TOLEDO, LUIS FELIPE; BECKER, C. GUILHERME. Arthropod-bacteria interactions influence assembly of aquatic host microbiome and pathogen defense. PROCEEDINGS OF THE ROYAL SOCIETY B-BIOLOGICAL SCIENCES, v. 286, n. 1905 JUN 2019. Citações Web of Science: 1.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.