Busca avançada
Ano de início
Entree

Desinfecção de efluentes secundários por UV/H2O2

Processo: 16/07911-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2016
Vigência (Término): 30 de novembro de 2020
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Sanitária - Tratamentos de Águas de Abastecimento e Residuárias
Pesquisador responsável:Renato Falcão Dantas
Beneficiário:Jacqueline Aparecida Malvestiti
Instituição-sede: Faculdade de Tecnologia (FT). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Limeira , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/17774-1 - Influência da composição do efluente secundário na desinfecção por processos oxidativos avançados, AP.JP
Bolsa(s) vinculada(s):17/23642-9 - Remoção de contaminantes emergentes durante a desinfecção de águas residuais urbanas por oxidação avançada, BE.EP.DR
Assunto(s):Desinfecção   Peróxido de hidrogênio   Tratamento de água

Resumo

A desinfecção de efluentes é uma tecnologia reconhecida pela sua eficiência em muitas cidades do mundo, entretanto se essa desinfecção for baseada na oxidação, a composição do efluente pode afetar a eficiência do tratamento. A variação na composição e a reatividade do efluente pode retardar a inativação de microrganismos devido à presença de material reativo que compete para reagir com os oxidantes. No caso de processos oxidativos avançados, os radicais formados, principalmente o HO* pode ter sua eficiência afetada pela variação da reatividade da matéria orgânica (EfOM - effluent organic matter) e compostos inorgânicos como carbonatos e nitratos. Atualmente se conhece o potencial dos processos oxidativos para desinfetar efluentes urbanos e que a variação na composição e da reatividade do efluente pode afetar o tratamento. Porém, ainda não esta claro como cada componente, seja ele parte da EfOM, compostos inorgânicos e até mesmo compostos químicos de origem industrial podem afetar o processo. Esse projeto propõe o estudo da influência dos principais componentes do efluente no processo de desinfecção por processos oxidativos avançados (UV/H2O2) com o objetivo de estabelecer as doses necessárias para uma correta desinfecção levando em conta as variações do efluente.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MALVESTITI, JACQUELINE A.; FAGNANI, ENELTON; SIMAO, DEBORA; DANTAS, RENATO F. Optimization of UV/H2O2 and ozone wastewater treatment by the experimental design methodology. ENVIRONMENTAL TECHNOLOGY, v. 40, n. 15, p. 1910-1922, JUL 3 2019. Citações Web of Science: 2.
MALVESTITI, JACQUELINE A.; DANTAS, RENATO F. Disinfection of secondary effluents by O-3, O-3/H2O2 and UV/H2O2: Influence of carbonate, nitrate, industrial contaminants and regrowth. JOURNAL OF ENVIRONMENTAL CHEMICAL ENGINEERING, v. 6, n. 1, p. 560-567, FEB 2018. Citações Web of Science: 6.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.