Busca avançada
Ano de início
Entree

Observações detalhadas da microfísica de aerossóis e nuvens usando o novo satélite HARP-CubeSat, o algoritmo GRASP e medidas in-situ na Amazônia

Processo: 16/18866-2
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 15 de fevereiro de 2017
Vigência (Término): 14 de fevereiro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Meteorologia
Pesquisador responsável:Henrique de Melo Jorge Barbosa
Beneficiário:Henrique de Melo Jorge Barbosa
Anfitrião: Jose Vanderlei Martins
Instituição-sede: Instituto de Física (IF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa: University of Maryland, Baltimore County (UMBC), Estados Unidos  
Vinculado ao auxílio:13/05014-0 - GoAmazon: interação da pluma urbana de Manaus com emissões biogênicas da Floresta Amazônica, AP.PFPMCG.TEM
Assunto(s):Sensoriamento remoto   Nuvens   Satélites   Aerossóis

Resumo

As maiores incertezas nas estimativas de mudanças climáticas ainda residem na falta de informação quantitativa sobre a forçante radiativa direta e indireta dos aerossóis. Uma das razões do lento avanço é o fato dos atuais sensores em satélites observarem apenas um conjunto limitado dos parâmetros físicos de interesse. A Universidade de Maryland (UMBC), o Space Dynamics Lab em Utah e a NASA desenvolveram o sensor HARP (Hyper-Angular Rainbow Polarimeter), que irá voar no satélite CubeSat em 2017. O objetivo é demonstrar que podemos medir aerossóis e nuvens a partir do espaço, utilizando 60 diferentes ângulos de observação, em quatro comprimentos de onda e medindo os três parâmetros de Stokes (I, Q e U) com resolução espacial da ordem de 2.5km. O HARP será pioneiro nas medidas hiper-angulares e fará observações sem precedentes de aerossóis e nuvens. A análise dos dados só será possível utilizando o estado da arte em algoritmos de inversão. Neste projeto de pesquisa, nós iremos combinar os dados do satélite HARP-CubeSat com nossas medidas in-situ de aerossóis na Amazônia, utilizando para isso o algoritmo GRASP (Generalized Retrieval of Aerosol and Surface Properties). Obteremos a distribuição de tamanho, a absorção, o espalhamento, e o índice de refração complexo dos aerossóis simultaneamente, permitindo uma melhor associação com a composição química e uma melhor estimativa de seu efeito climático. A pesquisa sobre nuvens e interações aerossóis-nuvens será feita através do intercâmbio entre USP e UMBC de alunos de pós-graduação e pesquisadores como uma continuação natural deste projeto.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Novo satélite avaliará influência dos aerossóis atmosféricos na formação de nuvens 
Estudiarán el influjo de los aerosoles atmosféricos en la formación de las nubes con un nuevo satélite 
New satellite sensor will help gauge the influence of atmospheric aerosols on cloud formation 
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (7 total):
Mais itensMenos itens
O Globo: Missão da Nasa (01/Ago/2019)
O Globo online: Com apoio da Nasa, satélite de brasileiro usará partículas na atmosfera para estudar clima (01/Ago/2019)
Zero Hora online: Projeto liderado por brasileiro em parceria com a Nasa enviará satélite ao espaço para estudar mudanças climáticas (16/Ago/2019)
Correio da Paraíba: Como se formam as nuvens (04/Ago/2019)
A Tribuna - At Revista: Para além da lógica (04/Ago/2019)
Terra: Satélite avaliará influência dos aerossóis atmosféricos (02/Ago/2019)
W Rádio Brasil: Novo satélite avaliará influência dos aerossóis atmosféricos na formação de nuvens (01/Ago/2019)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PEREIRA, GUILHERME MARTINS; DA SILVA CAUMO, SOFIA ELLEN; GRANDIS, ADRIANA; MOTA DO NASCIMENTO, EMERSON QUEIROZ; CORREIA, ALEXANDRE LIMA; JORGE BARBOSA, HENRIQUE DE MELO; MARCONDES, MARTA ANGELA; BUCKERIDGE, MARCOS SILVEIRA; VASCONCELLOS, PEROLA DE CASTRO. Physical and chemical characterization of the 2019 ``black rain{''} event in the Metropolitan Area of Sao Paulo, Brazil. Atmospheric Environment, v. 248, MAR 1 2021. Citações Web of Science: 0.
MCBRIDE, BRENT A.; MARTINS, J. VANDERLEI; BARBOSA, HENRIQUE M. J.; BIRMINGHAM, WILLIAM; REMER, LORRAINE A. Spatial distribution of cloud droplet size properties from Airborne Hyper-Angular Rainbow Polarimeter (AirHARP) measurements. Atmospheric Measurement Techniques, v. 13, n. 4, p. 1777-1796, APR 8 2020. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.