Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação de forças e da distribuição de pressão de dois tipos de arreios cutiano no dorso de equinos

Processo: 16/15733-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2016
Vigência (Término): 30 de novembro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Ecologia dos Animais Domésticos e Etologia
Pesquisador responsável:Mateus José Rodrigues Paranhos da Costa
Beneficiário:Thais Sgarbiero
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Assunto(s):Bem-estar do animal   Termografia   Cavalos   Distribuição de pressão

Resumo

Apesar da longa história do uso de cavalos de lida para o manejo de bovinos, há pouco investimento nesses animais, sendo necessário aumentar a atenção e cuidado no manejo e na aquisição de equipamentos que não causem prejuízo ao bem-estar animal. Os objetivos com este estudo são: 1) avaliar a distribuição de forças de pressão de dois tipos de arreios (com e sem armação) no dorso de equinos, 2) avaliar a possibilidade de utilização da termografia infravermelha como método para avaliação da distribuição da pressão dos arreios no dorso de equinos e 3) identificar, entre 2 tipos de arreios, aquele que têm maior risco de prejudicar o bem-estar de equinos. Dois tipos de arreios cutiano (com e sem armação) serão testados em 6 equinos. Serão avaliadas previamente a condição corporal e simetria da região tóracolombar dos animais. Durante as avaliações será avaliada a distribuição da pressão das selas na região tóracolombar dos animais (com uso de manta sensível a pressão e termografia infravermelha) além de se avaliar os indicadores de bem-estar animal de saúde (escore de sensibilidade a dor, ocorrência de lesões e a presença de manchas secas na região tóracolombar), fisiológico (frequência cardíaca) e comportamentais (relutância em se movimentar, locomoção rígida, claudicação, movimentos de cauda e cabeça). O experimento será conduzido com um delineamento crossover em 2 quadrados latinos balanceados com 3 tratamentos: 1) não arreados (neste caso não será avaliada distribuição de forças com a manta de pressão), 2) animais com arreio com armação e 3) com arreio sem armação. As comparações posteriores entre os tratamentos serão feitas usando os testes t Student ou de Wilcoxon. (AU)