Busca avançada
Ano de início
Entree

Ajuste de parâmetros de estabilizadores de sistemas de potência para o sistema máquina síncrona-barra infinita utilizando o modelo de sensibilidade de corrente

Processo: 16/19346-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2016
Vigência (Término): 30 de novembro de 2017
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Elétrica - Sistemas Elétricos de Potência
Pesquisador responsável:Percival Bueno de Araujo
Beneficiário:Marcos Parra Júnior
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia (FEIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Ilha Solteira. Ilha Solteira , SP, Brasil
Assunto(s):Estabilidade   Máquinas síncronas   MATLAB

Resumo

Neste projeto de Iniciação Científica (IC), pretende-se efetuar o ajuste de parâmetros de sinais estabilizadores em um sistema elétrico de potência do tipo "máquina síncrona ligada a uma barra infinita, através de uma linha de transmissão" para melhorar seu desempenho quando da ocorrência de uma pequena perturbação. Para isto será considerado um modelo linear do sistema elétrico conhecido como "Modelo de Sensibilidade de Corrente - MSC", que se apresenta como uma alternativa ao clássico Modelo de Heffron & Phillips e também ao Modelo de Sensibilidade de Potência. O estudo e a implementação computacional do Modelo de Sensibilidade de Corrente foram realizados em processo financiado pela FAPESP (processo n. 2014/07594-6). A função do estabilizador de sistema de potência é introduzir torque elétrico adicional para amortecer as oscilações presentes no sistema elétrico. Desta forma, este torque deverá ser gerado em fase com a velocidade angular do rotor do gerador síncrono. Os diversos caminhos para a formação de torque elétrico no sistema máquina síncrona-barra infinita representado pelo Modelo de Sensibilidade de Corrente foram estudados no desenvolvimento do processo FAPESP n. 2015/13718-2. Uma vez entendido o funcionamento do estabilizador e definida sua estrutura, o ajuste de seus parâmetros deverá ser realizado utilizando-se, por exemplo, o método da compensação de fase. Após o ajuste dos parâmetros deverão ser implementadas computacionalmente as equações que descrevem o estabilizador para a sua inclusão no Modelo de Sensibilidade de Corrente para se realizar estudos referentes à estabilidade (a implementação será realizada utilizando-se o software MatLab, aproveitando-se assim as programações já efetuadas nos projetos anteriormente citados). A análise da estabilidade a pequenas perturbações será feita por meio de simulações no domínio do tempo (analisando as curvas temporais de determinada grandeza após a ocorrência de uma pequena perturbação) e no domínio da frequência (pela análise dos autovalores da matriz de estados). Com a discussão dos resultados obtidos se obterá uma melhor compreensão da atuação do estabilizador de sistema de potência na estabilidade a pequenas perturbações do sistema máquina síncrona-barra infinita. O projeto de IC tem duração inicial de um ano. (AU)