Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização genética de populações de mixosporídeos parasitos de Piaractus brachypomus da Bacia Amazônica

Processo: 16/19149-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2016
Vigência (Término): 30 de novembro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Medicina Veterinária Preventiva
Pesquisador responsável:Antonio Augusto Mendes Maia
Beneficiário:Caroline Munhoz Meira
Instituição-sede: Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA). Universidade de São Paulo (USP). Pirassununga , SP, Brasil
Assunto(s):Piaractus brachypomus   Myxosporea   Bacia amazônica   Santarém (PA)   Parasitologia

Resumo

Mixosporídeos são parasitos pluricelulares que infectam aves, anfíbios, repteis, peixes e invertebrados. Até o momento foram descritas aproximadamente 2.400 espécies no mundo. No Brasil, devido à grande diversidade de espécies de peixes, o estudo destes parasitos vem ganhando cada vez mais destaque, com foco para a diversidade, biologia e interação parasito-hospedeiro. A bacia amazônica possui uma extraordinária ictiofauna, com espécies que se destacam pela importância econômica, pelo potencial de cultivo e, também, para o ecoturismo. Dentre as espécies de importância econômica na pesca extrativista e com potencial de cultivo, destaca-se a espécie Piaractus brachypomus, conhecida popularmente como pirapitinga. Nesta proposta, temos como objetivo o estudo taxonômico de parasitos da classe Myxosporea (mixosporídeos) encontrados infectando P. brachypomus oriundo de ambiente natural da bacia Amazônica na região de Santarém, PA. Para a análise taxonômica, a proposta é utilizar ferramentas tradicionais de análise morfológica utilizando microscopia de luz e análises moleculares utilizando o sequenciamento do gene 18S. (AU)