Busca avançada
Ano de início
Entree

Estresse ocupacional, insônia e outros transtornos mentais relacionados ao trabalho: um estudo com servidores públicos

Processo: 16/13013-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2016
Vigência (Término): 30 de novembro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Psicologia do Trabalho e Organizacional
Pesquisador responsável:Laura Camara Lima
Beneficiário:Bianca Gafanhão Bobadilha
Instituição-sede: Instituto de Saúde e Sociedade (ISS). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Baixada Santista. Santos , SP, Brasil
Assunto(s):Insônia   Sono   Saúde do trabalhador   Estresse profissional   Esgotamento profissional   Servidor público   Baixada Santista (SP)

Resumo

O ato de trabalhar abarca diversas dimensões do indivíduo, é ao trabalhar que o indivíduo assume um papel social específico e este se reflete na sua subjetividade, reafirmando a sua identidade e sentimento de pertencimento à sociedade, além da garantia de subsistência. Porém, diante do não cumprimento das demandas do trabalho ou da não significação do mesmo pelo trabalhador, pode haver insatisfação, perda de produtividade, absenteísmo, trabalho ineficiente, risco de acidente de trabalho e produção de adoecimento. Esta última tem crescido ultimamente, ganhando destaque os Transtornos Mentais e Comportamentais Relacionados ao Trabalho (TMCRT), frequentemente associados ao estresse ocupacional. A contínua e ininterrupta exposição aos estressores no ambiente de trabalho, caracterizada pelo estresse ocupacional, leva o trabalhador a ter alterações no seu sincronismo biológico, ficando em estado de alerta constante, incompatível com o descanso necessário para se ter uma boa qualidade de sono, de modo que pode gerar TMCRT tais que insônia, depressão, ansiedade e esgotamento profissional (Burnout). Diante destes argumentos, o presente estudo objetiva compreender a influência do estresse ocupacional e outros TMCRT na qualidade de sono e investigar presença de estresse ocupacional e manifestação de quadros de insônia e outros TMCRT (ansiedade, depressão e Burnout), em população de servidores públicos, trabalhadores da Departamento Regional de Saúde IV da Baixada Santista (DRS-IV), através da análise de dados obtidos por instrumentos. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.