Busca avançada
Ano de início
Entree

Possíveis alterações na microbiota intestinal promovida pela adição de probiótico AQUA-PHOTO em tilápia-do-Nilo (Oreochromis niloticus)

Processo: 16/24599-7
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2017
Vigência (Término): 02 de março de 2017
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca - Aquicultura
Pesquisador responsável:Leonardo Tachibana
Beneficiário:Amanda Iracy Cavalcante da Silva
Supervisor no Exterior: Miguel Angel Moriñigo Gutierrez
Instituição-sede: Instituto de Pesca. Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Universidad de Málaga (UMA), Espanha  
Vinculado à bolsa:16/13883-6 - Avaliação da atividade enzimática digestivas em tilápias-do-Nilo, Oreochromis niloticus, alimentadas com probiótico AQUA-PHOTO na dieta, BP.IC
Assunto(s):Bacillus subtilis   Nutrição   Eletroforese em gel de gradiente desnaturante   Lactobacillus plantarum

Resumo

O projeto teve como objetivo avaliar a atividade das enzimas digestivas da tilapia-do-Nilo (Oreochromis niloticus) alimentadas com dietas contendo 0,08% de probiótico comercial Aqua-photo®, composto por Lactobacillus plantarum (1.51x106 UFC/g) e Bacillus subtilis (1.34x107 UFC/g). O delineamento experimental foi inteiramente casualizado com 2 tratamentos e 48 repetições (cada peixe será considerado como repetição). Os 96 peixes da espécie tilapia-do-Nilo revertidos sexualmente (peso médio de 8,18 g ± 1,85g) foram distribuídos em 12 aquários de capacidade de 60 litros (6 aquários para grupo controle e outros 6, para grupo teste (probióticos)). Ao final dos 7 dias de adaptação às dietas experimentais, amostras de intestino (porção anterior, medial e posterior) foram coletados aos 0,1,2,3,4,5,6 e 7 horas após a alimentação. As atividades enzimáticas de amilase, lipase, fosfatase e protease alcalina serão avaliadas em amostras de intestino. Para extração de enzimas, as amostras de intestino serão homogeneizadas em solução de tampão fosfato (PBS), centrifugadas a velocidade de 13.000 x g durante 3 minutos a 4 ºC e o sobrenadante será usado para determinar a atividade enzimática. A análise de amilase e protease alcalina seguirá a metodologia de Bernfeld (1950) e Walter (1984) modificados, respectivamente. As atividades de lipase e fosfatase alcalina serão determinadas por kits específicos (BioclinTM). Adicionalmente, avaliação de microbiota intestinal será realizada por método de DGGE (Denaturating Gradient Gel Electrophoresis) no laboratório de Microbiologia, Universidade de Málaga (UMA), Espanha. Os resultados serão avaliados estatisticamente por ANOVA (análise de Variância) e as médias serão comparadas por teste de Tukey (p<0,05). Esperamos que os efeitos benéficos do probiótico adicionado em dietas possa promover melhora nas atividades de enzimas digestivas e possíveis alterações na microbiota intestinal.