Busca avançada
Ano de início
Entree

Prototipagem rápida de plataformas de sensores microfluídicos de última geração

Processo: 16/23084-3
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Iniciação Científica
Vigência (Início): 04 de janeiro de 2017
Vigência (Término): 03 de março de 2017
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física
Pesquisador responsável:Osvaldo Novais de Oliveira Junior
Beneficiário:Daniel Cardoso Ishara
Supervisor no Exterior: Dermot Diamond
Instituição-sede: Instituto de Física de São Carlos (IFSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Local de pesquisa : Dublin City University (DCU), Irlanda  
Vinculado à bolsa:16/09358-3 - Miniaturização de línguas eletrônicas baseadas em espectroscopia de impedância, BP.IC
Assunto(s):Microfluídica

Resumo

Plataformas de sensoriamento de substâncias químicas ou biológicas são, atualmente, muito caras e complexas para permitir escalabilidade semelhante ao observado em sensores físicos como termistores e detectores de movimento. A complexidade decorre da necessidade de lidar com amostras líquidas que podem ser hostis tanto para os sensores quanto para o instrumento em si. Superar essa dificuldade requer criatividade significativa nas áreas de eletrônica, gerenciamento de energia, comunicações sem fio, design de plataformas e integração de sistemas mecânicos e microfluídicos. Nesse projeto, será dada ênfase nas necessidades de engenharia, especialmente no que diz respeito ao design e fabricação de componentes eletrônicos e mecânicos utilizando técnicas de impressão 3D. O estágio BEPE permitirá ao estudante ser treinado em dispositivos de última geração para prototipagem rápida 3D, produção de componentes mecânicos de design customizado e teste de componentes eletrônicos que realizam diversas funções, incluído comunicação sem fio, gerenciamento de energia, aquisição e processamento do sinal recebido por sensores e controle de fluidos do sistema (amostragem, adição de reagente, bombeamento, etc.). O estágio na universidade de Dublin (Dublin City University) vem ao encontro do projeto atual do estudante que consiste em desenvolver um dispositivo sensorial miniaturizado baseado na técnica de espectroscopia de impedância e integrá-lo a uma língua eletrônica que realizará medidas em amostra líquidas utilizando-se de sensores e biosensores. Portanto, com os conhecimentos teórico e prático adquiridos no intercâmbio o estudante será capaz de adaptar as referidas tecnologias para os dispositivos em desenvolvimento em São Carlos.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.