Busca avançada
Ano de início
Entree

Composição química, análise das atividades de enzimas digestivas e da estrutura e ultra-estrutura de tecidos de peixes sob diferentes dietas

Processo: 16/23712-4
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Iniciação Científica
Vigência (Início): 02 de janeiro de 2017
Vigência (Término): 29 de março de 2017
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca - Aquicultura
Pesquisador responsável:Leonardo Susumu Takahashi
Beneficiário:Amanda Miyuki Oshiro
Supervisor no Exterior: Francisco Javier Alarcón López
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Tecnológicas. Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Dracena. Dracena , SP, Brasil
Local de pesquisa : Universidad de Almería (UAL), Espanha  
Vinculado à bolsa:15/08988-0 - Efeito da proporção de amilose e amilopectina na dieta sobre o desempenho produtivo e metabolismo energético de juvenis de pacu, BP.IC
Assunto(s):Nutrição animal   Dieta animal   Peixes   Microalgas   Estágios

Resumo

O estudo de novos ingredientes para utilização em dietas para peixes, como as algas, é um assunto de grande importância. Apesar das respostas produtivas receberem grande atenção, para a avaliação do potencial destes alimentos é fundamental se conhecer os efeitos fisiológicos e metabólicos destes ingredientes. O objetivo geral do projeto é avaliar a utilização de microalgas como um ingrediente alternativo e potencial substituto de farinha de peixe na produção do gilthead seabream (Spaurus aurata). Juvenis do gilthead seabream serão alimentados com farinha de microalgas dietas, contendo níveis de 5 a 10% de inclusão. Após o período de alimentação, serão avaliados os parâmetros de desempenho produtivo, o perfil de ácidos graxos presentes nos tecidos do fígado e músculo, determinação da atividade de enzimas digestivas (tripsina, quimiotripsina e -amilase), determinação dos níveis da atividade da leucina aminopeltidase e da fosfatase alcalina. Além dos efeitos sobre a estrutura e ultraestrutura da mucosa intestinal, utilizando amostras da porção proximal e distal do intestino e do fígado. As análises histológicas do fígado e dos tecidos intestinais serão obtidas a partir de imagens obtidas através de um microscópio de luz, onde se determinará a área e comprimento do maior diâmetro dos hepatócitos e a altura das vilosidades intestinais. Os dados obtidos serão submetidos a ANOVA. A realização deste projeto possibilitará o treinamento em protocolos de análises de parâmetros fisiológicas utilizados em projetos de pesquisa de avaliação de alimentos. (AU)