Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da regulação da atividade de caspase-8 por caspase-1 em resposta à infecção por Legionella pneumophila

Processo: 16/24050-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2016
Vigência (Término): 31 de julho de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Celular
Pesquisador responsável:Dario Simões Zamboni
Beneficiário:Victor Hugo Calegari de Toledo
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/08216-2 - CPDI - Centro de Pesquisa em Doenças Inflamatórias, AP.CEPID
Assunto(s):Legionella pneumophila   Inflamassomos   Caspase 1   Caspase 8   Imunidade inata   Virulência

Resumo

A bactéria gram-negativa Legionella pneumophila é causadora da febre pontíaca e da doença dos legionários. Transmitida por gotículas de água, essa bactéria infecta macrófagos alveolares e subverte processos celulares importantes para a sua eliminação. Para tanto, a bactéria utiliza diversos mecanismos para que a infecção seja bem sucedida, como o sistema de secreção Dot/Icm, através do qual injeta proteínas efetoras no citosol da célula hospedeira de modo a formar um nicho favorável para sua replicação. Algumas dessas proteínas podem ativar receptores de reconhecimento de padrões (PRRs), moléculas que iniciam a resposta imune inata responsável pela restrição bacteriana. Estudos preliminares do nosso grupo demonstraram uma via de ativação do inflamassoma dependente de NLRC4, ASC, flagelina e caspase-8 que ocorre apenas na ausência de caspase-1, sugerindo que essa proteína funcionaria como seu regulador negativo. Nesse contexto, este projeto visa avaliar a regulação da atividade de caspase-8 por caspase-1, de forma a expandir o conhecimento das vias de sinalização intracelular importantes na resposta à infecção por Legionella pneumophila. O estudo dos mecanismos de virulência utilizados pela bactéria e das subsequentes respostas celulares possibilita o entendimento da progressão da infecção e das doenças relacionadas. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.