Busca avançada
Ano de início
Entree

Nemertopsis bivittata (Nemertea) e Perinereis ponteni (POLYCHAETA:ANNELIDA): validade das espécies, fluxo gênico e diversidade genética no litoral brasileiro

Processo: 16/20005-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2016
Situação:Interrompido
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Taxonomia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:Sónia Cristina da Silva Andrade
Beneficiário:Cecili Barrozo Mendes
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:15/20139-9 - Genética de paisagens marinha e avaliação de perfis de expressão em invertebrados marinhos na costa sudeste brasileira, AP.JP
Bolsa(s) vinculada(s):19/10375-8 - Abrindo a caixa preta: dieta, mecanismos de alimentação e duração pelágica de larvas de hoplonemertíneos (Nemertea: hoplonemertea) predadoras, BE.EP.DR
Assunto(s):Conectividade   Expressão gênica

Resumo

Devido ao limitado número de caracteres morfológicos diagnósticos e a convergência adaptativa em alguns taxa, são encontrados complexos de espécies crípticas em grupos de invertebrados. Nesse contexto, análises moleculares têm sido muito utilizadas para delimitar espécies, permitindo avaliar a relação entre e dentro dos morfotipos. Fatores demográficos e geográficos tem grande influência sobre a distribuição e conectividade entre populações animais. Características bionômicas, como o modo reprodutivo, também tem um papel importante nos padrões de fluxo gênico entre as populações. Estudos envolvendo todos esses fatores são escassos e, até o momento, nenhum foi realizado com nemertíneos ou poliquetos, grupos ecologicamente importantes e de ampla distribuição. Estudar os padrões de fluxo gênico em espécies que apresentam variadas capacidades dispersoras é imprescindível para a melhor compreensão da história de suas populações e de cada espécie. As espécies Nemertopsis bivittata (NEMERTEA: ENOPLA) e Perinereis ponteni (ANNELIDA: POLYCHAETA) apresentam ampla distribuição na costa brasileira e diferentes tipos de desenvolvimento, por isso podem ser modelos interessantes para estudos populacionais, assim como para o estudo da presença de espécies crípticas. Dessa forma, o presente projeto tem como objetivo analisar de que forma o modo reprodutivo e a distribuição ambiental influenciam na estruturação populacional e nos padrões de fluxo gênico de N. bivittata (desenvolvimento direto) e Perinereis ponteni (desenvolvimento indireto), além de avaliar a validade dessas espécies. O estudo também visa, através do uso de modelos obtidos em outro estudo, descobrir o papel da circulação oceânica no isolamento dessas populações. Por fim, a análise de estruturação genética será complementada através da avaliação da expressão gênica de regiões que podem estar sob seleção relacionada à adaptação ambiental. Para tanto serão realizadas coletas ao longo da costa brasileira, sendo as análises genéticas realizadas através de técnicas de GBS (Genotyping-by-sequence) e qPCR (PCR em tempo real).

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MENDES, CECILI B.; NORENBURG, JON L.; SOLFERINI, VERA N.; ANDRADE, SONIA C. S. Hidden diversity: Phylogeography of genus Ototyphlonemertes Diesing, 1863 (Ototyphlonemertidae: Hoplonemertea) reveals cryptic species and high diversity in Chilean populations. PLoS One, v. 13, n. 4 APR 26 2018. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.