Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização da população exótica do bagre-africano (Clarias gariepinus) no Rio Ribeira, estado de São Paulo, Sudeste do Brasil

Processo: 16/16979-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2017
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Zoologia Aplicada
Pesquisador responsável:Domingos Garrone Neto
Beneficiário:Ney Tamassia Neto
Instituição-sede: Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Registro. Registro , SP, Brasil
Assunto(s):Ictiologia   Ictiofauna   Biogeografia   Distribuição animal   Clariidae   Vale do Ribeira (SP)

Resumo

O bagre-africano, Clarias gariepinus, é uma espécie exótica na bacia do Rio Ribeira. Assim como observado em outras bacias hidrográficas brasileiras, a espécie é considerada muito resistente e com grande potencial invasor. Por não possuir predadores naturais, o bagre-africano se reproduz rapidamente e se alimenta de muitas espécies nativas, causando um desequilíbrio na cadeia trófica. Na bacia do Rio Ribeira o bagre-africano foi introduzido a partir de escapes de pisciculturas, sendo encontrada em diversos corpos d'água da região. No entanto, os impactos da sua introdução na região ainda não são conhecidos e sua distribuição atual, incluindo corpos d'água de diversas unidades de conservação, está desatualizada. Esse fato reforça a problemática envolvendo a criação de espécies exóticas de peixes sem o devido controle no estado de São Paulo, especialmente em regiões com elevada concentração de unidades de conservação e presença de espécies endêmicas da ictiofauna, como o Vale do Ribeira. Considerando a crescente preocupação das autoridades e instituições de pesquisa e conservação da biodiversidade em conhecer o status atual das espécies exóticas ao redor do mundo e pelo fato da interação entre espécies exóticas e nativas poder se dar de forma desastrosa, a realização de pesquisas na área é relevante. Levando-se em conta, ainda, que no Rio Ribeira e em seus principais tributários foi identificada a criação de mais de 30 espécies exóticas de peixes, com elevados índices de escapes e até mesmo casos de introduções propositais, informações sobre o papel desempenhado por espécies não nativas tornam-se relevantes para a administração destes ecossistemas. Nesse contexto, o presente trabalho pretende conhecer a atual distribuição, o modo de vida e os possíveis impactos do bagre-africano na fauna aquática na região do médio-baixo Ribeira, procurando subsidiar discussões a respeito do manejo da espécie na bacia. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.