Busca avançada
Ano de início
Entree

Variabilidade hidrológica e aporte sedimentar dos rios Xingu e Tapajós: impactos de mudanças climáticas e antrópicas em rios do leste da Amazônia durante o Holoceno

Processo: 16/11141-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2017
Vigência (Término): 30 de setembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geologia
Pesquisador responsável:André Oliveira Sawakuchi
Beneficiário:Dailson José Bertassoli Junior
Instituição-sede: Instituto de Geociências (IGC). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/50180-5 - Xingu: integrando o planejamento do uso da terra e a governança da água na Amazônia: em busca da melhoria da segurança hídrica na fronteira agrícola do Mato Grosso, AP.PFPMCG.TEM
Bolsa(s) vinculada(s):17/25735-4 - Análises de geoquímica orgânica para a reconstrução de mudanças hidroclimáticas entre o leste e o oeste da Amazônia durante os últimos 4.000 anos, BE.EP.DR
Assunto(s):Mudança climática   Geoquímica orgânica   Amazônia

Resumo

A Floresta Amazônica e a Bacia do Rio Amazonas são ecossistemas únicos, os quaissustentam a maior biodiversidade aquática e terrestre do planeta. Tais ecossistemastambém desenvolvem importante papel no controle climático global e na distribuiçãode precipitação na América do Sul. Inseridos neste contexto, os rios Xingu e Tapajóssão os maiores tributários de águas claras do Rio Amazonas. Ambos destacam-se porsua biodiversidade específica, valor paisagístico e como principal recurso hídrico paraa agricultura e geração de energia no leste da Amazônia. Dada sua importânciaecológica e socioeconômica, as bacias do Xingu e Tapajós são ameaçadas porcrescentes impactos antrópicos associados à construção de usinas hidrelétricas eexpansão de atividades agropastoris. Cenários climáticos futuros projetados para oleste da Amazônia indicam aumento na frequência de eventos severos de seca eredução na disponibilidade de água superficial. Logo, a reconstrução das mudançasclimáticas e hidrológicas nas bacias dos rios Xingu e Tapajós durante o Holoceno sãofatores críticos para o entendimento das respostas dos rios de água clara amazônicosàs mudanças climáticas e alterações antrópicas futuras. Variações climáticas e seusefeitos sobre a hidrologia e vegetação podem ameaçar a disponibilidade de águasuperficial, promover alterações na sedimentação e no papel dos rios dentro do ciclodo carbono e afetar ecossistemas aquáticos e de zonas de inundação. Este projetoutilizará testemunhos de sedimentos para reconstruir a hidrologia e o clima doHoloceno nas bacias hidrográficas dos rios Xingu e Tapajós. Para isto, serão utilizadosindicadores baseados em análises isotópicas de compostos orgânicos específicos,luminescência de minerais e geoquímica inorgânica (elementos maiores). Estesindicadores permitirão a reconstrução de mudanças na precipitação, vegetação eaporte sedimentar nas áreas estudadas. Modelos de idade serão definidos a partir dedatação por radiocarbono e de luminescência opticamente estimulada. Alterações naprecipitação, vegetação e aporte sedimentar serão comparadas com eventosclimáticos globais e variações no Sistema de Monção da América do Sul levantados apartir de outros registros climáticos. Alterações das últimas décadas, por sua vez,serão comparadas a séries históricas de precipitação e taxas de desmatamento nasbacias dos rios Xingu e Tapajós.

Publicações científicas (4)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
HAGGI, CHRISTOPH; SCHEFUSS, ENNO; SAWAKUCHI, ANDRE O.; CHIESSI, CRISTIANO M.; MULITZA, STEFAN; BERTASSOLI JR, DAILSON J.; HEFTER, JENS; ZABEL, MATTHIAS; BAKER, PAUL A.; SCHOUTEN, STEFAN. Modern and late Pleistocene particulate organic carbon transport by the Amazon River: Insights from long-chain alkyl diols. GEOCHIMICA ET COSMOCHIMICA ACTA, v. 262, p. 1-19, OCT 1 2019. Citações Web of Science: 0.
DE ARAUJO, KLEITON R.; SAWAKUCHI, HENRIQUE O.; BERTASSOLI, JR., DAILSON J.; SAWAKUCHI, ANDRE O.; DA SILVA, KARINA D.; VIEIRA, THIAGO B.; WARD, NICHOLAS D.; PEREIRA, TATIANA S. Carbon dioxide (CO2) concentrations and emission in the newly constructed Belo Monte hydropower complex in the Xingu River, Amazonia. BIOGEOSCIENCES, v. 16, n. 18, p. 3527-3542, SEP 18 2019. Citações Web of Science: 0.
BERTASSOLI, JR., D. J.; SAWAKUCHI, A. O.; CHIESSI, C. M.; SCHEFUSS, E.; HARTMANN, G. A.; HAEGGI, C.; CRUZ, F. W.; ZABEL, M.; MCGLUE, M. M.; SANTOS, R. A.; PUPIM, F. N. Spatiotemporal Variations of Riverine Discharge Within the Amazon Basin During the Late Holocene Coincide With Extratropical Temperature Anomalies. Geophysical Research Letters, v. 46, n. 15, p. 9013-9022, AUG 16 2019. Citações Web of Science: 0.
PUPIM, F. N.; SAWAKUCHI, A. O.; ALMEIDA, R. P.; RIBAS, C. C.; KERN, A. K.; HARTMANN, G. A.; CHIESSI, C. M.; TAMURA, L. N.; MINELI, T. D.; SAVIAN, J. F.; GROHMANN, C. H.; BERTASSOLI, JR., D. J.; STERN, A. G.; CRUZ, F. W.; CRACRAFT, J. Chronology of Terra Firme formation in Amazonian lowlands reveals a dynamic Quaternary landscape. QUATERNARY SCIENCE REVIEWS, v. 210, p. 154-163, APR 15 2019. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.