Busca avançada
Ano de início
Entree

Variabilidade hidrológica e aporte sedimentar dos rios Xingu e Tapajós: impactos de mudanças climáticas e antrópicas em rios do leste da Amazônia durante o Holoceno

Processo: 16/11141-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2017
Vigência (Término): 30 de setembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geologia
Pesquisador responsável:André Oliveira Sawakuchi
Beneficiário:Dailson José Bertassoli Junior
Instituição-sede: Instituto de Geociências (IGC). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/50180-5 - Xingu: integrando o planejamento do uso da terra e a governança da água na Amazônia: em busca da melhoria da segurança hídrica na fronteira agrícola do Mato Grosso, AP.PFPMCG.TEM
Bolsa(s) vinculada(s):17/25735-4 - Análises de geoquímica orgânica para a reconstrução de mudanças hidroclimáticas entre o leste e o oeste da Amazônia durante os últimos 4.000 anos, BE.EP.DR
Assunto(s):Mudança climática   Geoquímica orgânica   Amazônia   Holoceno

Resumo

A Floresta Amazônica e a Bacia do Rio Amazonas são ecossistemas únicos, os quais sustentam a maior biodiversidade aquática e terrestre do planeta. Tais ecossistemas também desenvolvem importante papel no controle climático global e na distribuição de precipitação na América do Sul. Inseridos neste contexto, os rios Xingu e Tapajós são os maiores tributários de águas claras do Rio Amazonas. Ambos destacam-se por sua biodiversidade específica, valor paisagístico e como principal recurso hídrico para a agricultura e geração de energia no leste da Amazônia. Dada sua importância ecológica e socioeconômica, as bacias do Xingu e Tapajós são ameaçadas por crescentes impactos antrópicos associados à construção de usinas hidrelétricas e expansão de atividades agropastoris. Cenários climáticos futuros projetados para o leste da Amazônia indicam aumento na frequência de eventos severos de seca e redução na disponibilidade de água superficial. Logo, a reconstrução das mudanças climáticas e hidrológicas nas bacias dos rios Xingu e Tapajós durante o Holoceno são fatores críticos para o entendimento das respostas dos rios de água clara amazônicos às mudanças climáticas e alterações antrópicas futuras. Variações climáticas e seus efeitos sobre a hidrologia e vegetação podem ameaçar a disponibilidade de água superficial, promover alterações na sedimentação e no papel dos rios dentro do ciclo do carbono e afetar ecossistemas aquáticos e de zonas de inundação. Este projeto utilizará testemunhos de sedimentos para reconstruir a hidrologia e o clima do Holoceno nas bacias hidrográficas dos rios Xingu e Tapajós. Para isto, serão utilizados indicadores baseados em análises isotópicas de compostos orgânicos específicos, luminescência de minerais e geoquímica inorgânica (elementos maiores). Estes indicadores permitirão a reconstrução de mudanças na precipitação, vegetação e aporte sedimentar nas áreas estudadas. Modelos de idade serão definidos a partir de datação por radiocarbono e de luminescência opticamente estimulada. Alterações na precipitação, vegetação e aporte sedimentar serão comparadas com eventos climáticos globais e variações no Sistema de Monção da América do Sul levantados a partir de outros registros climáticos. Alterações das últimas décadas, por sua vez, serão comparadas a séries históricas de precipitação e taxas de desmatamento nas bacias dos rios Xingu e Tapajós. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas (6)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PUPIM, F. N.; SAWAKUCHI, A. O.; ALMEIDA, R. P.; RIBAS, C. C.; KERN, A. K.; HARTMANN, G. A.; CHIESSI, C. M.; TAMURA, L. N.; MINELI, T. D.; SAVIAN, J. F.; et al. Chronology of Terra Firme formation in Amazonian lowlands reveals a dynamic Quaternary landscape. QUATERNARY SCIENCE REVIEWS, v. 210, p. 154-163, . (12/50260-6, 16/11141-2, 16/09293-9, 15/18314-7, 12/17517-3, 14/23334-4, 14/05582-0)
HAGGI, CHRISTOPH; SCHEFUSS, ENNO; SAWAKUCHI, ANDRE O.; CHIESSI, CRISTIANO M.; MULITZA, STEFAN; BERTASSOLI JR, DAILSON J.; HEFTER, JENS; ZABEL, MATTHIAS; BAKER, PAUL A.; SCHOUTEN, STEFAN. Modern and late Pleistocene particulate organic carbon transport by the Amazon River: Insights from long-chain alkyl diols. GEOCHIMICA ET COSMOCHIMICA ACTA, v. 262, p. 1-19, . (16/11141-2, 12/17517-3, 12/50260-6)
DE ARAUJO, KLEITON R.; SAWAKUCHI, HENRIQUE O.; BERTASSOLI, JR., DAILSON J.; SAWAKUCHI, ANDRE O.; DA SILVA, KARINA D.; VIEIRA, THIAGO B.; WARD, NICHOLAS D.; PEREIRA, TATIANA S.. Carbon dioxide (CO2) concentrations and emission in the newly constructed Belo Monte hydropower complex in the Xingu River, Amazonia. BIOGEOSCIENCES, v. 16, n. 18, p. 3527-3542, . (16/02656-9, 16/11141-2)
NIYONZIMA, P.; SAWAKUCHI, A. O.; BERTASSOLI JR, D. J.; PUPIM, F. N.; PORAT, N.; FREIRE, M. P.; GOES, A. M.; RODRIGUES, F. C. G.. Luminescence dating of quartz from ironstones of the Xingu River, Eastern Amazonia. QUATERNARY GEOCHRONOLOGY, v. 67, . (16/02656-9, 19/04059-6, 19/24349-9, 19/24977-0, 18/15123-4, 16/11141-2, 18/12472-8)
BERTASSOLI, JR., DAILSON J.; SAWAKUCHI, HENRIQUE O.; DE ARAUJO, KLEITON R.; DE CAMARGO, MARCELO G. P.; ALEM, VICTOR A. T.; PEREIRA, TATIANA S.; KRUSCHE, V, ALEX; BASTVIKEN, DAVID; RICHEY, JEFFREY E.; SAWAKUCHI, ANDRE O.. How green can Amazon hydropower be? Net carbon emission from the largest hydropower plant in Amazonia. SCIENCE ADVANCES, v. 7, n. 26, . (19/24977-0, 18/18491-4, 16/02656-9, 19/24349-9, 11/14502-2, 14/21564-2, 15/09187-1, 18/15123-4, 16/11141-2)
BERTASSOLI, JR., D. J.; SAWAKUCHI, A. O.; CHIESSI, C. M.; SCHEFUSS, E.; HARTMANN, G. A.; HAEGGI, C.; CRUZ, F. W.; ZABEL, M.; MCGLUE, M. M.; SANTOS, R. A.; et al. Spatiotemporal Variations of Riverine Discharge Within the Amazon Basin During the Late Holocene Coincide With Extratropical Temperature Anomalies. Geophysical Research Letters, v. 46, n. 15, p. 9013-9022, . (16/11141-2, 17/25735-4, 17/50085-3, 14/23334-4, 16/02656-9)
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
JUNIOR, Dailson José Bertassoli. Mudanças climá¡ticas e antrópicas no leste da Amazônia durante o Holoceno tardio. 2019. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Geociências (IG/BT) São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.