Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise do perfil de miRNA de macrófagos humanos derivados da linhagem THP-1 e infectados por Leishmania (L.) amazonensis

Processo: 16/22896-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2017
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia - Protozoologia de Parasitos
Pesquisador responsável:Lucile Maria Floeter-Winter
Beneficiário:Juliane Cristina Ribeiro Fernandes
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Leishmania mexicana   MicroRNAs   Macrófagos

Resumo

O estabelecimento da infecção de Leishmania nos macrófagos depende da subversão da resposta imune dessa célula hospedeira diante do parasita. A modulação do metabolismo de L-arginina, substrato comum das vias de produção de óxido nítrico (NO) e de poliaminas é um dos mecanismos utilizado pelo parasita para fazer essa subversão. A regulação dessas vias influencia diretamente na sobrevivência do amastigota no fagolisossomo do macrófago, visto que a produção de NO é diminuída em detrimento da maior produção de poliaminas, essenciais para a replicação da Leishmania. Sabe-se que isso é possível, uma vez que o parasita é capaz de aumentar a expressão de arginase 1 no macrófago hospedeiro, apesar dos mecanismos moleculares envolvidos nesse processo ainda não terem sidos descritos. O presente projeto baseia-se na hipótese de que essa subversão pode ser regulada por mecanismos pós-transcricionais por modificação do perfil de microRNAs (miRNA) dos macrófagos expostos a infecção por L. (L.) amazonensis, sendo avaliados nesse projeto em parasitas selvagem ou nocaute para arginase. Resultados preliminares do laboratório apontam que essa regulação acontece em macrófagos murinos. Assim, o objetivo do projeto é avaliar se a alteração do perfil de miRNA ocorre também em macrófagos humanos derivados da linhagem monocítica THP-1, possibilitando uma posterior comparação desses resultados. Confirmando-se a alteração da expressão dos miRNAs nessas células, o estudo se estende para a identificação dos mRNAs alvo envolvidos nas vias de interesse (poliaminas/NO), sendo esperado controle relativo às enzimas arginase e NOS2. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MUXEL, SANDRA M.; AOKI, JULIANA I.; FERNANDES, JULIANE C. R.; LARANJEIRA-SILVA, MARIA F.; ZAMPIERI, RICARDO A.; ACUNA, STEPHANIE M.; MULLER, KARL E.; VANDERLINDE, RUBIA H.; FLOETER-WINTER, LUCILE M. Arginine and Polyamines Fate in Leishmania Infection. FRONTIERS IN MICROBIOLOGY, v. 8, JAN 15 2018. Citações Web of Science: 12.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.