Busca avançada
Ano de início
Entree

Investigação sobre o priapismo induzido pela toxina Tx2-6 do veneno da aranha Phoneutria nigriventer em ratos e camundongos

Processo: 16/19824-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2017
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Neuropsicofarmacologia
Pesquisador responsável:Lanfranco Ranieri Paolo Troncone
Beneficiário:Caroline Martins Dominguez
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Venenos   Ereção peniana   Phoneutria nigriventer   Priapismo   Toxicologia

Resumo

Este projeto pretende investigar os mecanismos envolvidos no priapismo induzido pela toxina Tx2-6 e Tx2-5 presentes na peçonha da Phoneutria nigriventer. A Phoneutria nigriventer, conhecida popularmente como aranha armadeira, produz muitos peptídeos com distintas ações farmacológicas sendo as toxinas Tx2-5 e Tx2-6 identificadas por este laboratório como as responsáveis pela produção do priapismo observado em humanos e animais de laboratório. Descreveremos a seguir o desenvolvimento de atividades realizadas neste período preliminar, resultados parciais e mecanismos estudados. Assim pretendemos verificar os mecanismos envolvidos no priapismo induzido por toxinas usando manipulações farmacológicas e por meio da medição da pressão intra-cavernosa em camundongos e ratos. A descoberta de novos modos de propiciar a ereção peniana pode levar a descoberta de novas drogas para o tratamento da disfunção erétil, problema sério para o bem-estar coletivo. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.