Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do papel de MyD88 cardíaco no processo de hipertrofia cardíaca induzida pelo hormônio tireoidiano: utilização de sistema knock-out condicional Cre-Lox induzível por tamoxifeno

Processo: 16/24403-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2017
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Maria Luiza de Morais Barreto de Chaves
Beneficiário:Aline Cristina Parletta
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Cardiomegalia   Inflamação   Fisiologia cardiovascular   Hormônios tireóideos   Modelos animais de doenças

Resumo

A hipertrofia cardíaca, apesar de ser uma resposta adaptativa, pode vir a cooperar com o desenvolvimento e progressão de cardiomiopatias. Já é bem estabelecido que os hormônios tiroidianos exercem efeitos diretos e indiretos sob o coração, os quais culminam com o estado hipertrófico deste órgão. Neste sentido, nosso grupo de pesquisa vem estudando os diversos mecanismos celulares e moleculares envolvidos neste processo. Recentemente, nosso laboratório demonstrou que a hipertrofia cardíaca induzida por hormônios tiroidianos é acompanhada pela ativação de fatores relacionados à inflamação, dentre os quais se destaca o MyD88. Esta relação entre a hipertrofia cardíaca e vias ligadas à inflamação já foi evidenciada também em outros modelos experimentais, principalmente aqueles envolvendo sobrecarga de pressão. Neste estudo serão utilizados camundongos geneticamente modificados com deleção de MyD88 no coração, os quais serão tratados com hormônio tireoidiano (T3, dose de 7µg/100g de peso corpóreo/ dia), por 14 dias. Por pletismografia de cauda os parâmetros de PA e de FC serão acompanhados ao longo do tratamento. Após a eutanásia dos animais, os corações serão retirados e os tecidos processados para análise histológica. Desta forma, através do sistema Cre/LoxP, o qual possibilita a deleção do MyD88 exclusivamente no coração, o presente trabalho tem por objetivo desvendar qual o papel desta molécula na hipertrofia cardíaca induzida por hormônios tireoidianos, a fim de fornecer informações que contribuam com o avanço do conhecimento a respeito dos mecanismos celulares e moleculares que acometem o cardiomiócito. (AU)