Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do efeito protetor do gel de TiF4, associado ou não à irradiação com o Laser de CO2 (10,6 µm) com baixa fluência, sobre esmalte dental bovino erodido: estudo in vitro

Processo: 16/21517-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2016
Vigência (Término): 30 de novembro de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia
Pesquisador responsável:Patricia Moreira de Freitas Costa e Silva
Beneficiário:Juliane de Paula Tavares
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FO). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Dentística   Erosão dentária   Fluoretação   Lasers de gás

Resumo

Diversas medidas vêm sendo propostas para o controle da erosão dental, como o uso de produtos fluoretados e lasers. Este estudo visa avaliar o efeito de diferentes géis fluoretados na progressão da lesão de erosão em esmalte dental bovino e a possível influência da associação do laser de CO2 (10,6 µm), com baixa densidade de energia (fluência), a estes tratamentos. Para tanto, este estudo contará com duas etapas experimentais. Na etapa I, 80 fragmentos de esmalte bovino previamente erodidos serão divididos aleatoriamente em 8 grupos (n=10): G1 - controle negativo (sem tratamento); G2 - gel placebo (água + espessante); G3 - gel de NaF 2% com pH 7,0; G4 - gel de NaF 2% com pH 1,5; G5 - gel de NaF 5,42% com pH 7,0; G6 - gel de NaF 5,42% com pH 1,5; G7 - gel de TiF4 4% com pH 1,5 e G8 - gel de TiF4 4% com pH 7,0. Após a realização dos tratamentos, as amostras serão submetidas a 10 dias de ciclagem erosiva pela alternância de imersões em solução de ácido cítrico (0,05 M, pH 2,3, 2 min, 6x/dia) e saliva artificial. Após a aplicação dos géis, 5 e 10 dias de ciclagem, serão realizadas análises perfilométricas (perda de superfície em µm). Para a etapa II serão utilizados 40 fragmentos de esmalte dental bovino, previamente erodidos, que serão divididos aleatoriamente em 4 grupos experimentais (n=10): G1 - sem tratamento (controle negativo); G2 - aplicação do gel que apresentar os melhores resultados na etapa I (controle positivo) ; G3 - irradiação com laser CO2 e G4 - irradiação de Laser CO2 + melhor gel da etapa I. As irradiações serão realizadas com um laser pulsado de CO2 (10,6 µm, 0,4 W, 50 Hz, 5,7 J/cm2, 10 ms, a 10 mm da superfície dental, em modo focado). As amostras serão submetidas a 10 dias de ciclagem erosiva e analisadas em perfilometria óptica (n=10) como na etapa I. Adicionalmente, 3 amostras selecionadas aleatoriamente serão avaliadas em microscopia eletrônica de varredura (n=3) para determinação das possíveis alterações causadas na morfologia da superfície de esmalte. Os resultados de perda de superfície de ambas as etapas serão submetidos a testes de homogeneidade e normalidade para determinação do teste estatístico mais adequado (nível de significância=5%). (AU)