Busca avançada
Ano de início
Entree

Taxonomia e evolução da morfologia em Mormoopidae: uma abordagem de morfometria geométrica utilizando dados fósseis

Processo: 16/23565-1
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2017
Vigência (Término): 31 de março de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Taxonomia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:Alexandre Reis Percequillo
Beneficiário:Ana Carolina D'Oliveira Pavan
Supervisor no Exterior: Nancy B. Simmons
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Local de pesquisa : American Museum of Natural History, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:15/02132-7 - Sistemática e taxonomia da família Mormoopidae (Chiroptera), BP.PD
Assunto(s):Chiroptera

Resumo

Mormoopidae é um grupo de morcegos insetívoros amplamente distribuído na Região Neotropical. Ele inclui dois gêneros, Mormoops, contendo duas espécies viventes, e Pteronotus, que é representado por 16 espécies viventes de acordo com a revisão taxonômica mais recente. Adicionalmente, duas espécies extintas são descritas a partir de depósitos fosseis em Cuba, e diversos registros fora do limite de distribuição atual das espécies são conhecidos datando do Quaternário, sugerindo que mormoopídeos possuiam uma maior diversidade e distribuições geográficas mais amplas no passado. Esse rico registro fóssil oferece uma excelente oportunidade para compreender melhor os padrões de variação morfológica e a história de diversificação desse grupo de morcegos. Portanto, o presente projeto tem por objetivo investigar a taxonomia, diversidade filogenética e variação temporal na forma craniana de mormoopídeos analisando espécimens recentes e fósseis. Um estudo comparativo da espécies de Pteronotus está sendo proposto, na busca por caracteres morfológicos potencialmente informativos para sua delimitação taxonômica. Além disso, um banco de dados tri-dimensional (3D) já está disponível para espécies viventes de mormoopídeos, ao qual serão adicionados dados 3D de espécimes fósseis a serem coletados com o uso de um scanner de superfície 3D. Esse grande banco de dados será explorado através de ferramentas de morfometria geométrica para investigar padrões de evolução craniana e inserir linhagens fósseis num contexto filogenético. Análises de forma permitirão a identificação de tendências morfológicas distintas ao longo da filogenia de Mormoopidae, fornecendo importantes informações para diferenciação de espécies proximamente relacionadas. Similarmente, tais análises permitirão algumas inferências sobre a evolução intraespecífica da forma em algumas linhagens de mormoopídeos. Por fim, a disponibilidade de informações sobre a forma e a existência de uma hipótese filogenética robusta representam poderosas fontes de dados para inferências filogenéticas incluindo linhagens extintas de Mormoopidae.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PAVAN, ANA C.; BOBROWIEC, PAULO E. D.; PERCEQUILLO, ALEXANDRE R. Geographic variation in a South American clade of mormoopid bats, Pteronotus (Phyllodia), with description of a new species. JOURNAL OF MAMMALOGY, v. 99, n. 3, p. 624-645, JUN 1 2018. Citações Web of Science: 5.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.