Busca avançada
Ano de início
Entree

Formação de moléculas complexas de gelos astrofísicos em regiões de formação estelar por UV e raios-X empregando o código ProDiMo e dados de laboratório

Processo: 16/23054-7
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2017
Vigência (Término): 15 de agosto de 2018
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Astronomia - Astrofísica do Meio Interestelar
Pesquisador responsável:Sergio Pilling Guapyassu de Oliveira
Beneficiário:Will Robson Monteiro Rocha
Supervisor no Exterior: Peter Woitke
Instituição-sede: Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento (IP&D). Universidade do Vale do Paraíba (UNIVAP). São José dos Campos , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of St Andrews, Escócia  
Vinculado à bolsa:15/10492-3 - Estudo da evolução química de gelos astrofísicos na vizinhança de objetos estelares jovens empregando dados experimentais no infravermelho e modelagem computacional, BP.PD
Assunto(s):Astroquímica   Gelos astrofísicos   Discos protoplanetários

Resumo

Discos protoplanetários contêm vários moléculas complexas nas fases gasosa e condensada, com as quais serão formados os planetas. A formação e sobrevivência destas moléculas são afetadas pela temperatura e o campo de radiação no disco. Para abordar esse problema, trabalhos teóricos e experimentais são essenciais para determinar onde tais moléculas estão presentes no disco. Este estudo será feito com o código termo-químico ProDiMo, que é o estado da arte para este tipo de estudo. O código é capaz de resolver problemas de transferência radiativa, balanço de aquecimento e resfriamento, como também a evolução química de várias espécies químicas. Novos dados experimentais, tais como seção de choque de fotodissociação e índice de refração complexo serrão empregados no ProDiMo. Estes dados foram obtidos de projetos FAPESP anteriores (JP 2009/18304-0, DR 2013/07657-5, PD 2015/10492-3). Neste projeto serão estudados modelos de discos T-Tauri.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.