Busca avançada
Ano de início
Entree

Mecanismo fotobiológico da terapia por diodo emissor de luz na dor neuropática induzida em camundongos

Processo: 16/13941-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2017
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Nivaldo Antonio Parizotto
Beneficiário:Glauce Regina Pigatto
Instituição-sede: Universidade de Araraquara (UNIARA). Associação São Bento de Ensino. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Dor neuropática   Fototerapia

Resumo

A dor neuropática que surge em decorrência da lesão de nervos espinais é caracterizada por uma resposta anormal das vias de transmissão da dor. Além disso, as alterações geradas pela desnervação muscular prejudicam a função motora, que juntamente com a dor neuropática diminuem a qualidade de vida dos pacientes. A LEDT (do inglês, Light Emitting Diode Therapy) é uma categoria bem recente da fototerapia. Diversas evidências científicas mostram que a LEDT acelera a regeneração nervosa, além de reduzir processos inflamatórios e dolorosos. No entanto, existem poucos estudos científicos sobre o mecanismo de ação da LEDT no controle da dor, principalmente no que se refere à dor neuropática. Nesse sentido, o objetivo deste trabalho será estudar o efeito antinociceptivo e neuroregenerativo da LEDT, por meio de modelos de nocicepção aguda e crônica, bem como investigar o possível mecanismo subjacente a este efeito. Para a realização dos experimentos serão utilizados camundongos Swiss machos adultas (25 a 35 g) com aproximadamente 2 meses de idade, serão realizados vários modelos de nocicepção aguda, entre eles nocicepção induzido por formalina, cinamaldeído, acetato miristato de forbol (PMA), forscolina, nocicepção induzida pela administração intratecal de aminoácidos excitatórios e citocinas pró-inflamatórias TNF-± e IL-1². Para o modelo de dor crônica será realizada a constrição crônica do nervo isquiático (CCI) e, 7 dias após a lesão, serão submetidos ao tratamento com a LEDT (890 nm, 390 mW, 20,8 J/cm², 20 min), durante 2 meses, com aplicações 3 vezes por semana. Os testes nociceptivos e comportamentais serão realizados previamente a lesão, 7 dias pós lesão e repetidos a cada 7 dias. Os animais serão divididos em 4 grupos experimentais: animais sham (sem lesão e com tratamento LEDT), animais (sham sem lesão e sem tratamento com LEDT), animais com a CCI sem tratamento com LEDT e animais com CCI e tratados com a LEDT. A possível ativação do sistema gabaérgico, serotoninérgico e da inibição de citocinas pró-inflamatórias e ativação das citocinas anti-inflamatórias também serão analisados. Serão realizadas investigações ex vivo, através de análises bioquímicas, imunológicas e imunohistológicas para a verificação da efetividade da terapia no controle da dor neuropática. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PIGATTO, GLAUCE R.; QUINTEIRO, MAIARA H. S.; NUNES-DE-SOUZA, RICARDO L.; COIMBRA, NORBERTO C.; PARIZOTTO, NIVALDO A. Low-Intensity Photobiomodulation Decreases Neuropathic Pain in Paw Ischemia-Reperfusion and Spared Nervus Ischiadicus Injury Experimental Models. PAIN PRACTICE, DEC 2019. Citações Web of Science: 0.
PIGATTO, GLAUCE REGINA; SILVA, CAROLINA SEABRA; PARIZOTTO, NIVALDO ANTONIO. Photobiomodulation therapy reduces acute pain and inflammation in mice. JOURNAL OF PHOTOCHEMISTRY AND PHOTOBIOLOGY B-BIOLOGY, v. 196, JUL 2019. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.