Busca avançada
Ano de início
Entree

Habilidades receptivas, expressivas e visuais de crianças nascidas prematuras e de muito baixo peso

Processo: 16/22251-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2017
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Pesquisador responsável:Dionísia Aparecida Cusin Lamônica
Beneficiário:Ana Teresa Hernandes Teodoro
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Linguagem   Avaliação da linguagem   Desenvolvimento infantil   Recém-nascido de muito baixo peso   Recém-nascido prematuro

Resumo

Introdução: Crianças prematuras são aquelas nascidas abaixo de 37 semanas de idade gestacional e de muito baixo peso, nascidas abaixo de 1.500 gramas. Estas condições representam fatores de risco para o desenvolvimento infantil em todas as áreas, incluindo a linguagem, o que torna a avaliação do desenvolvimento e acompanhamento de bebês nascidos pré-termo de muito baixo peso um aspecto relevante, a fim de reduzir os impactos no desenvolvimento infantil, e dessa forma, propiciar melhor qualidade de vida para as crianças e suas famílias. Objetivo: Verificar o desempenho de crianças nascidas prematuras com muito baixo peso, na faixa etária de seis a 23 meses, nas habilidades receptivas, expressivas e visuais. Material e métodos: O projeto foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos (CEP) da Faculdade de Odontologia de Bauru, respeitando a resolução 466/12, que versa sobre ética em pesquisas da Comissão Nacional de Ética em Pesquisa - CONEP. (Protocolo de Aprovação: 49811915.7.0000.5417). O estudo será realizado na Maternidade Santa Isabel, uma maternidade pública que atende parturientes pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Os participantes do estudo serão 112 crianças da faixa etária de 6 a 23 meses, divididas em dois grupos: 56 crianças nascidas prematuras, para compor o grupo experimental (GE) e 56 crianças nascidas a termo, com desenvolvimento típico, para compor o grupo comparativo (GC), pareadas quanto ao sexo, nível socioeconômico e idade cronológica. Será realizada entrevista inicial com os responsáveis das crianças e aplicada a EarlyLanguageMilestoneScale. Para o GE serão analisados os dados com e sem a correção da idade gestacional. As avaliações serão filmadas para análise posterior. O tratamento estatístico constará de estatísticas descritivas, calculando médias, medianas, desvio padrão, valores mínimo e máximo e tratamento estatístico não paramétrico Teste "t". O nível de significância considerado será de 5%. (AU)