Busca avançada
Ano de início
Entree

O impacto da violência escolar (bullying) na saúde mental do adolescente

Processo: 16/17931-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2016
Vigência (Término): 30 de novembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Psiquiatria
Pesquisador responsável:Jair de Jesus Mari
Beneficiário:Marlene Apolinário Vieira
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Bullying   Adolescentes   Saúde escolar   Saúde mental   Exposição à violência

Resumo

Introdução: O impacto negativo da violência escolar (bullying) no desenvolvimento da criança e do adolescente tem sido cada vez mais reconhecido mundialmente. Objetivos: Estimar a prevalência de violência escolar (ter sofrido agressões físicas, assédio verbal e/ou manipulação social), verificar se esses eventos têm relação com a percepção dos adolescentes de ter sofrido bullying, examinar em que proporção essa percepção coincide com a percepção da mãe, investigar a condição de poli-vitimização dos adolescentes (violência escolar possivelmente concomitante à violência sofrida em casa e na comunidade) e identificar uma possível associação entre bullying e problemas de saúde mental (problemas emocionais e/ou de comportamento, ideias e tentativas de suicídio, sintomas do Transtorno de Estresse Pós-Traumático). Método: O projeto original (estudo longitudinal), conduzido na cidade de Itaboraí - Rio de Janeiro de 2014 a 2016, entrevistou uma amostra populacional inicial de 680 adolescentes (11-15 anos), cujos dados serão analisados pelo presente estudo. No projeto original, foram aleatoriamente selecionados 107 dos 204 setores censitários do município. Estes foram mapeados para identificar os domicílios elegíveis (residência de crianças e adolescentes de 6 a 15 anos). Em cada um dos 107 setores, foram sorteados 15 domicílios elegíveis para participar do estudo, sendo que a amostra inicial contou com 1412 sujeitos (6-15 anos, taxa de participação de 88,0%), dentre eles 721 adolescentes. Questionários padronizados foram aplicados individualmente no domicílio por entrevistadores treinados a todas as mães e a 680 adolescentes (taxa de participação de 94,3%). Resultados esperados: Supõe-se que o bullying sofrido por adolescentes no ambiente escolar seja frequente em nosso meio e que as vítimas de bullying estejam mais propensas a apresentar problemas de saúde mental. Os resultados obtidos servirão para orientar o desenvolvimento de futuros modelos de intervenção e prevenção da violência no contexto escolar.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
VIEIRA, MARLENE A.; RONNING, JOHN A.; MARI, JAIR DE J.; BORDIN, ISABEL A. Does cyberbullying occur simultaneously with other types of violence exposure?. Revista Brasileira de Psiquiatria, v. 41, n. 3, p. 234-237, MAY-JUN 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.