Busca avançada
Ano de início
Entree

Direito à justificação e reconhecimento: o debate entre Rainer Forst e Axel Honneth acerca da fundamentação de uma Teoria Crítica da política

Processo: 16/14670-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2016
Vigência (Término): 30 de novembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Ciência Política - Teoria Política
Pesquisador responsável:Antonio Ianni Segatto
Beneficiário:Matheus Garcia de Moura
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Letras (FCL). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Debate   Justificação   Reconhecimento   Teoria crítica

Resumo

Este trabalho pretende analisar o recente debate iniciado no interior da Teoria Crítica acerca da fundamentação de uma Teoria Crítica da política, a saber: o debate entre Rainer Forst e Axel Honneth. Pretendemos examinar como Rainer Forst formula sua teoria do direito à justificação, apresentando-a como elemento determinante para a resolução dos conflitos normativos, os quais serão diagnosticados de acordo com cada contexto social. Para tanto, seguiremos os seguintes passos: examinaremos como esse autor constrói sua crítica frente à teoria de Axel Honneth, e em seguida, examinaremos se a resposta que este apresenta às críticas feitas é satisfatória para solução dos problemas apontados. Por fim, tentaremos avaliar quais conclusões se pode tirar do debate direito à justificação/reconhecimento para a Teoria Crítica contemporânea. (AU)