Busca avançada
Ano de início
Entree

O papel da N-glicosilação da região FC de IgG na patogênese da Leishmania visceral e a avaliação de novas estratégias terapêuticas

Processo: 16/18527-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2017
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Isabel Kinney Ferreira de Miranda Santos
Beneficiário:Gabriane Nascimento Porcino
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Leishmania   Imunoparasitologia

Resumo

A leishmaniose visceral (LV) pode ser fatal se não tratada e, embora hipergamaglobulinemia seja um sintoma clínico frequente em pacientes com LV, a contribuição de anticorpos na progressão da doença permanece esconhecida. Funções efetoras e reguladoras de anticorpos dependem de sua interação com receptores Fc dos tipos I e II; essas interações, por sua vez, são eguladas por padrões de N-glicanas ligadas à porção Fc de anticorpos. Nosso grupo demonstrou recentemente que, em comparação com indivíduos saudáveis, os perfis globais de Nglicosilação da região Fc de IgG estão alterados significativamente em pacientes com LV. Em conjunto com reguladores da resposta imune (citocinas e proteína C reativa) presentes no soro dos indivíduos estudados, demonstramos que esses perfis de glicosilação podem predizer categorias de gravidade de LV. Observamos, ainda, que após o tratamento de LV os perfis de glicosilação de IgG aproximam-se daqueles de indivíduos saudáveis. Em vista dessas observações propomos avaliar o papel dos perfis de glicosilação de IgG na patogênese da LV e os mecanismos que atuam nessas alterações por meio das seguintes estratégias: (i) análise da expressão gênica de células B isoladas de pacientes estratificados em categorias de gravidade e a associação com títulos de IgGs específicos para antígenos de leishmanias e perfis de Nglicosilação de Fc; (ii) baseado no conhecimento gerado por nosso trabalho com pacientes, testaremos a viabilidade e eficácia de novas estratégias de terapia em um modelo experimental de LV progressiva (hamsters). Inocularemos preparações de imunoglobulina intravenosa (IVIG) enriquecidas para ácido siálico e faremos a deglicosilação enzimática da região Fc de IgG em hamsters infectados cronicamente com L. infantum, avaliando os efeitos dos tratamentos na progressão da doença. Obteremos mais conhecimento sobre a influência de perfis de glicosilação da região Fc de IgG em mecanismos de progressão e gravidade da LV (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PORCINO, GABRIANE NASCIMENTO; SOUSA CARVALHO, KATIA SILENE; BRAZ, DEBORA CAVALCANTE; SILVA, VLADIMIR COSTA; NERY COSTA, CARLOS HENRIQUE; FERREIRA DE MIRANDA SANTOS, ISABEL KINNEY. Evaluation of methods for detection of asymptomatic individuals infected with Leishmania infantum in the state of Piaui, Brazil. PLoS Neglected Tropical Diseases, v. 13, n. 7 JUL 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.