Busca avançada
Ano de início
Entree

Impacto de maus tratos na infância no reconhecimento de faces e emoções

Processo: 16/18945-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2017
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Psiquiatria
Pesquisador responsável:Sandra Scivoletto
Beneficiário:Guilherme Rodrigues Marta
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Negligência   Reconhecimento   Emoções   Psiquiatria infantil   Maus-tratos infantis

Resumo

Os maus tratos na infância constituem grave problema de saúde pública mundial, afetando uma criança a cada dez minutos no Brasil. Vítimas de maus tratos geralmente são excluídas socialmente e apresentam distúrbios comportamentais que, em longo prazo, perpetuam o ciclo de violência e exclusão. Reconhecer corretamente faces e emoções é uma habilidade essencial para que crianças e adolescentes sejam inseridos de forma efetiva em sociedade. Crianças vitimizadas podem associar experiências traumáticas a expressões faciais, alterando o reconhecimento adequado das emoções. O objetivo deste projeto é estudar a associação entre maus tratos e alterações no processo de reconhecimento de emoções. Quarenta e nove adolescentes foram submetidos à avaliação psiquiátrica pelo Kiddie-Sads-Present and Lifetime Version (K-SADS-PL) e entrevista sociodemográfica. A ocorrência de maus tratos foi avaliada pela aplicação do Childhood Trauma Questionnaire (CTQ). Posteriormente, foram submetidos ao Teste de Reconhecimento de Emoções em Faces Humanas, o qual foi utilizado apenas uma vez no Brasil. Serão analisadas as associações entre tipo e intensidade de maus tratos (abuso físico, sexual, emocional e negligência) com o tempo de resposta e precisão do reconhecimento de emoções positivas e negativas. Serão também analisadas as influências de transtornos psiquiátricos e gênero nestas associações. Compreender o impacto de maus tratos na população brasileira, especialmente no processo de reconhecimento de emoções, é fundamental para o desenvolvimento de intervenções mais efetivas de reintegração dos adolescentes vitimizados. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MARTA, GUILHERME RODRIGUES; DORETTO, VICTORIA FOGACA; SCIVOLETTO, SANDRA. Maltreatment and Emotion Recognition Among Brazilian Adolescents. FRONTIERS IN PSYCHIATRY, v. 9, NOV 26 2018. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.