Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação fenotípica e transcriptoma de leucócitos murinos e humanos na infecção por Leishmania infantum

Processo: 16/18357-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2016
Vigência (Término): 31 de agosto de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Celular
Pesquisador responsável:João Santana da Silva
Beneficiário:Bruna Araújo David
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/08216-2 - CPDI - Centro de Pesquisa em Doenças Inflamatórias, AP.CEPID
Assunto(s):Leishmania infantum   Leishmaniose visceral   Transcriptoma   Leucócitos   Citometria de fluxo   Espectrometria de massas   Microscopia confocal

Resumo

A Leishmaniose Visceral (LV) é uma doença crônica grave, potencialmente fatal em humanos, cuja letalidade pode alcançar 10% quando não se institui o tratamento adequado. O objetivo central do projeto consiste na comparação fenotípica e do transcriptoma de leucócitos, visando identificar genes e processos celulares diferencialmente expressos e que possam estar relacionados com as diferentes manifestações durante a infecção humana por L. infantum, e o desenvolvimento da Leishmaniose Visceral (LV). Para isso leucócitos murinos e humanos serão fenotipados por citometria de fluxo combinada com espectrometria de massa (CyTOF, Time-of-flight mass cytometry) a fim de determinar as populações celulares envolvidas no processo infeccioso bem como alterações fenotípicas dessas células. O estudo do transcriptoma será feito através do sequenciamento individual de células das populações de interesse selecionadas a partir dos resultados do CyTOF. Além disso, com os dados obtidos no sequenciamento dessas células será possível avaliar as vias celulares relevantes durante a Leishmaniose Visceral bem como a participação de inflamassomas e do perfil de citocinas durante todo o processo infeccioso. Para validar os resultados obtidos no sequenciamento iremos fazer uso de técnicas de silenciamento gênico, uso de animais knockout condicionais e depleção de citocinas específicas a fim de elucidar possíveis potenciais terapêuticos. Ainda, vamos avaliar a dinâmica dos leucócitos em modelo de Leishmaniose Visceral murino por microscopia confocal. O desenvolvimento deste projeto contribuirá de maneira importante para a compreensão das populações celulares e mecanismos envolvidos na infecção por L. infantum com grande potencial de se estabelecer mecanismos de intervenção no processo infeccioso que permitam otimizar o tratamento de pacientes e também auxiliar no diagnóstico da doença. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.