Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da influência da rigidez global do solo devido ao umedecimento no comportamento estruturas reforçadas com geossintéticos

Processo: 16/24035-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2017
Vigência (Término): 30 de setembro de 2017
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Civil - Geotécnica
Pesquisador responsável:Fernando Henrique Martins Portelinha
Beneficiário:Lucas Matheus Do Nascimento
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Sucção   Geossintéticos   Umidade do solo

Resumo

O uso de estruturas de contenção com a técnica de solo reforçado tem se difundido no meio geotécnico por apresentar vantagens técnicas e econômicas significativas em relação a outros tipos de estruturas tais como muros de flexão de concreto ou muros de gabião. De fato, a possibilidade de utilizar o próprio solo local da obra compactado como material de aterro com reforços geossintéticos intercalados traz vantagens econômicas, executivas e ambientais. Neste tipo de projeto, as análises devem considerar a distribuição de tensões em cada reforço e a interação entre o sistema solo-reforço. O solo, normalmente compactado na umidade próxima da ótima da curva de compactação, pode apresentar variações nas suas propriedades mecânicas durante a vida útil da estrutura devido ao efeito de fontes variáveis de umedecimento, sendo seus efeitos muitas vezes de difícil consideração nos cálculos e atualmente muito discutidos no meio técnico. Para contornar esse problema, a previsão das tensões e deslocamentos da estrutura se baseiam nas condições extremas de saturação do solo, gerando resultados conservadores e inconsistências nos métodos de previsão quando comparados ao real comportamento da estrutura. Relatos de casos de obra instrumentados mostram que raramente o solo da estrutura apresenta-se na condição saturada mesmo sob avanço de umedecimento no maciço reforçado, mantendo a condição não saturada e, com isso, contando com o efeito da sucção matricial do solo de aterro. No entanto, é de suma importância identificar como o avanço de umedecimento pode estar relacionado com o comportamento da estrutura e com os parâmetros normalmente considerados nas análises de projeto. Sendo assim, a presente proposta visa avaliar o efeito de diferentes possíveis fontes de umedecimento, tais como umedecimento no topo devido a eventos de chuva, ascensão capilar, umedecimento da face e na região posterior da estrutura. Este estudo será conduzido com o uso de modelagem numérica com o software PlaxisV8, considerando somente o efeito do umedecimento na redução da sucção matricial e do peso específico natural, bem como os efeitos na rigidez e resistência não saturadas do solo. A calibração do modelo numérico será conduzida com a comparação aos resultados de uma estrutura real instrumentada. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)