Busca avançada
Ano de início
Entree

Contribuição do quimiorreflexo periférico para o controle vagal do coração na recuperação do exercício em indivíduos saudáveis

Processo: 16/23622-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2017
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia do Esforço
Pesquisador responsável:Bruno Moreira Silva
Beneficiário:Indyanara Cristina Ribeiro
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Quimiorreflexo   Fisiologia do exercício   Corpo carotídeo

Resumo

As respostas do sistema cardiovascular ao exercício físico ocorrem, em grande parte, devido a mecanismos de controle neural da circulação que a partir do aumento da atividade simpática e inibição vagal, promovem o incremento de variáveis cardiovasculares, como a frequência cardíaca. Ao término do exercício, a reativação vagal promove redução acentuada da frequência cardíaca, sendo esta variável utilizada como indicador de modulação vagal cardíaca. Dentre os possíveis mecanismos responsáveis pelos ajustes autonômicos durante o exercício físico encontra-se o quimiorreflexo periférico. Contudo, permanece incerta a contribuição deste reflexo no que diz respeito ao controle vagal cardíaco durante a recuperação do exercício físico, o que, portanto, será o foco de investigação deste projeto. Nossa hipótese é que quimiorreflexo periférico contribui para o controle vagal do coração durante a recuperação de um exercício físico. Para testar esta hipótese, serão recrutados 15 indivíduos do sexo masculino, de 18 a 35 anos, que realizarão testes de exercício submáximo e serão expostos randomicamente às seguintes intervenções durante o período de recuperação: 1) hiperóxia (inibição do tônus quimiorreflexo periférico via inalação de 100% de O2 no ar inspirado); 2) hipóxia (estimulação quimiorreflexa via inalação de 12% de O2 no ar inspirado; e 3) normóxia (situação controle via inalação de 21% de O2 no ar inspirado). A avaliação do controle vagal cardíaco será realizada pela recuperação da frequência cardíaca e variabilidade da frequência cardíaca, ambas ferramentas válidas para avaliação do controle vagal cardíaco, reprodutíveis e importantes para verificar a saúde do sistema cardiovascular. Caso nossa hipótese seja confirmada, os resultados ajudarão a elucidar um dos possíveis mecanismos envolvidos na recuperação autonômica cardíaca após o exercício físico. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PAULA-RIBEIRO, MARCELLE; RIBEIRO, INDYANARA C.; ARANDA, LILIANE C.; SILVA, TALITA M.; COSTA, CAMILA M.; RAMOS, ROBERTA P.; OTA-ARAKAKI, JAQUELINA S.; CRAVO, SERGIO L.; NERY, LUIZ E.; STICKLAND, MICHAEL K.; SILVA, BRUNO M. Carotid chemoreflex activity restrains post-exercise cardiac autonomic control in healthy humans and in patients with pulmonary arterial hypertension. JOURNAL OF PHYSIOLOGY-LONDON, v. 597, n. 5, p. 1347-1360, MAR 1 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.