Busca avançada
Ano de início
Entree

Produção de dispositivos para fotônica quântica integrada e sensores através de microfabricação com laser de femtossegundos

Processo: 16/21322-4
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 01 de agosto de 2017
Vigência (Término): 31 de julho de 2018
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física da Matéria Condensada
Pesquisador responsável:Paulo Henrique Dias Ferreira
Beneficiário:Paulo Henrique Dias Ferreira
Anfitrião: Roberto Osellame
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Local de pesquisa : Politecnico di Milano, Itália  
Assunto(s):Sensores   Vidro   Dispositivos ópticos

Resumo

Fenômenos ópticos não lineares vêm recebendo bastante atenção devido ao seu potencial para a geração de novas tecnologias. Dentre as áreas de aplicação, pode-se mencionar a produção de guias tridimensionais em materiais vítreos através de pulsos de femtossegundos para a fabricação de dispositivos ópticos, onde se destacam os circuitos fotônicos para óptica quântica e sensores. Os primeiros vêm obtendo grande destaque graças a possibilidade de implementação em vidros, em que ao mesmo tempo facilita e barateia os custos de produção. Além disso, entre os sistemas físicos que estão sendo utilizados para desenvolver tecnologias quânticas, fótons são particularmente atraentes devido ao seu baixo nível de ruído, transmissão em alta velocidade e facilidade de manipulação. Já a criação de sensores em uma base robusta permitirá aplicações em análise ambiental, processo de monitoramento/controle, segurança/vigilância, assim como nas áreas clínica/biomédica.Imbuído dessa ideia, o presente projeto tem como objetivo e foco a microfabricação com pulsos de femtossegundos em vidros comerciais (Eagle XG e Gorilla), visando a produção de diferentes arquiteturas para aplicação em dispositivos. Desta maneira, este projeto foi dividido em duas etapas. Na primeira, iremos estudar as condições ideias para a microfabricação e produzir guias de onda em diferentes configurações nos vidros (interferômetros, divisores de feixe, acopladores, etc.). Na sequência, os dispositivos fotônicos produzidos serão caracterizados parte na Itália e parte no Brasil. Finalmente, é importante ressaltar que esse é um dos primeiros passos para a produção de dispositivos fotônicos integrados.