Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos do treinamento físico resistido sobre a função, mecânica e resposta imune pulmonar de idosos com síndrome metabólica

Processo: 16/24193-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2017
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Rodolfo de Paula Vieira
Beneficiário:Giovana Gabriela Pereira
Instituição-sede: Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento (IP&D). Universidade do Vale do Paraíba (UNIVAP). São José dos Campos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:12/15165-2 - Papel da sinalização purinérgica e da sinalização SOCS-JAK-STAT nos efeitos antiinflamatórios do treinamento aeróbio em modelos experimentais de asma e em indivíduos asmáticos, AP.JP
Assunto(s):Pneumologia   Inflamação   Síndrome metabólica   Imunologia   Treinamento de força   Idosos

Resumo

O envelhecimento populacional é um fenômeno global e está relacionado com aumento da prevalência e incidência de doenças crônicas não transmissíveis como diabetes tipo 2, obesidade, hipertensão e dislipidemias. A presença de três ou mais destas disfunções em um mesmo indivíduo é denominada de síndrome metabólica, diminuindo sobremaneira a expectativa de vida. Além disso, a literatura demonstra que fatores característicos da síndrome metabólica, como diabetes, hipertensão, obesidade e dislipidemia podem também afetar negativamente a função pulmonar. O treinamento físico tem sido associado à redução de diversos fatores da síndrome metabólica. O protocolo de treinamento aeróbio de intensidade leve a moderada é o mais estudado e também por esse motivo o mais recomendado para indivíduos com síndrome metabólica. Porém, evidências mais recentes demonstram que o treinamento resistido também pode ser de grande valor para o tratamento da síndrome metabólica, mas o número de estudos ainda é pequeno e inúmeras questões ainda permanecem abertas. Assim sendo, uma vez que o treinamento resistido é extramente indicado para idosos e algumas evidências demonstram efeitos benéficos sobre alguns parâmetros da síndrome metabólica, o presente estudo avaliará os efeitos do treinamento resistido de intensidade moderada, realizado 3x por semana sobre a saúde e qualidade de vida, e também sobre a função, mecânica e resposta imune pulmonar de idosos com síndrome metabólica. (AU)