Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da atividade física voluntária na função e estrutura cardíacas em modelos experimentais de caquexia induzida pelo câncer

Processo: 16/22835-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2017
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Patricia Chakur Brum
Beneficiário:Larissa Gonçalves Fernandes
Instituição-sede: Escola de Educação Física e Esporte (EEFE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:15/22814-5 - Câncer e coração: novos paradigmas de diagnóstico e tratamento, AP.TEM
Assunto(s):Fisiologia do exercício   Caquexia   Coração   Neoplasias

Resumo

A caquexia do câncer é uma síndrome multifatorial complexa associada à redução da qualidade de vida e ao aumento da mortalidade. É caracterizada principalmente pela perda de massa corporal que resulta na progressiva incapacidade funcional do paciente (Tisdale, 2010). Embora a maioria dos estudos tenha priorizado os mecanismos relacionados à perda de massa muscular esquelética na caquexia do câncer, há um crescente interesse nas alterações no músculo cardíaco promovidas pela ação tumoral, independente de intervenções terapêuticas, e que contribuem significativamente para mortalidade de pacientes com câncer. A disfunção cardíaca decorrente da caquexia do câncer representa um componente pouco explorado, e possíveis mecanismos e implicações funcionais não foram completamente caracterizados em modelos tumorais. Além disso, o efeito da atividade física sobre a função e estrutura cardíacas nesses modelos ainda não foi estudada. Diante desse quadro, hipotetizamos que a prática regular de atividade física seria capaz de atenuar os efeitos deletérios do câncer na função e estrutura cardíacas. Portanto, o objetivo deste projeto será investigar os efeitos da atividade física voluntária na função e estrutura cardíacas em diferentes modelos de caquexia do câncer. Para isso, buscamos responder as seguintes perguntas: 1) os modelos experimentais propostos são acompanhados de disfunção cardíaca e alterações na estrutura cardíaca? 2) o nível de atividade física prévio é capaz de atenuar a disfunção cardíaca e o remodelamento cardíaco provocados pela caquexia induzida pelo câncer? Para isso, camundongos serão expostos à roda de atividade física voluntária e em seguida inoculados com células tumorais do carcinoma pulmonar de Lewis (LLC) ou carcinoma de cólon (CT26). Realizaremos a análise da função e estrutura cardíacas, expressão de genes relacionados ao remodelamento cardíaco e análise histológica. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FERNANDES, L. G.; TOBIAS, G. C.; PAIXAO, A. O.; DOURADO, P. M.; VOLTARELLI, V. A.; BRUM, P. C. Exercise training delays cardiac remodeling in a mouse model of cancer cachexia. Life Sciences, v. 260, NOV 1 2020. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.