Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da influência da mineralogia e da qualidade da matéria orgânica do solo no processo de degradação estrutural de latossolos sob plantio direto usando ténicas avançadas e não convencionais

Processo: 17/01522-1
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2017
Vigência (Término): 15 de janeiro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:Paulo Leonel Libardi
Beneficiário:Márcio Renato Nunes
Supervisor no Exterior: Harold Van Es
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Local de pesquisa : Cornell University, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:15/12934-3 - Fatores da degradação estrutural de solos argilosos sob "plantio direto", BP.DR
Assunto(s):Física do solo   Compactação dos solos   Manejo do solo

Resumo

A degradação estrutural da camada subsuperficial do solo reduz a eficiência do plantio direto (PD) em sistemas de produção agrícola. No projeto de doutorado (processo 2015/12934-3), estamos estudando fatores que podem influenciar na degradação estrutural de Latossolos sob PD. Os resultados obtidos até então mostraram que os Latossolos sob PD apresentam estrutura degrada em comparação aos mesmos solos não cultivados. Observamos processos de dispersão de argila com consequente transporte dessas partículas para a camada subsuperficial, com aparente bloqueio dos poros do solo e consequências nocivas ao transporte da água e ao desenvolvimento radicular neste ambiente degradado. Os resultados preliminares também indicam que a menor estabilidade estrutural dos Latossolos cultivados, em comparação aos não cultivados, está correlacionada ao teor de carbono orgânico do solo e aos atributos químicos que afetam as propriedades físico-químicas do solo. No entanto, a mineralogia e a qualidade da matéria orgânica do solo poderiam influenciar, de forma diferente, as propriedades físico-químicas desses solos e, consequentemente, influenciar no processo de degradação estrutural do solo. Assim, durante o estágio proposto no exterior, pretende-se estudar as relações entre a qualidade da matéria orgânica do solo, os constituintes mineralógicos da argila e a estabilidade estrutural de Latossolos, utilizando técnicas avançadas não convencionais (microtomografia de raios X, porosimetria por intrusão de mercúrio, fluorescência e outros) a fim de elucidar a influência destes parâmetros sobre a degradação estrutural de Latossolos sob PD. O estudo considerará três Latossolos de diferentes regiões, com amostras coletadas nas camadas superficiais e subsuperficiais, manejados sob PD, em comparação aos mesmos solos não cultivados (sob vegetação nativa). Neste estudo serão realizadas as seguintes avaliações: quantificação da caulinita e da gibbsita na fração argila do solo por análise termogravimétrica; quantidade e qualidade da matéria orgânica, por análise convencional e espectroscópica; área superficial específica do solo, por análise de adsorção de nitrogênio; distribuição de tamanho de poros por microtomografia de raios X e porosimetria de intrusão de mercúrio. O estudo irá contribuir para uma compreensão mais detalhada do processo de degradação estrutural em solos tropicais, considerando Latossolos com diferentes mineralogias e diferentes aportes de matéria orgânica em sistema de PD.