Busca avançada
Ano de início
Entree

Investigação na Metilação do DNA em pacientes em primeiro episódio psicótico e em animais submetidos ao isolamento social a partir do desmame nos dois principais sistemas excitatório e inibitório

Processo: 17/00624-5
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 10 de maio de 2017
Vigência (Término): 09 de maio de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Neuropsicofarmacologia
Pesquisador responsável:Cristina Marta Del-Ben
Beneficiário:Helene Aparecida Fachim
Supervisor no Exterior: Gavin Paul Reynolds
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Local de pesquisa : Sheffield Hallam University, Inglaterra  
Vinculado à bolsa:15/02948-7 - Estudo das alterações epigenéticas na neurotransmissão GABAérgica na esquizofrenia e outras psicoses e no modelo animal de isolamento social a partir do desmame, BP.PD
Assunto(s):Neurociências   GABA

Resumo

A esquizofrenia é caracterizada por distúrbios originados no neurodesenvolvimento e por ser uma patologia cerebral sutil em que deficiências em subtipos neuronais específicos GABAérgicos e glutamatérgicos são evidentes. Isto é demonstrado por diminuições nos marcadores das funções neuronais GABAérgicas, tais como a expressão da enzima sintetizadora descarboxilase do ácido glutâmico (GAD) e parvalbumina (PV), uma proteína presente num subgrupo de interneurônios contendo GABA; e também na disfunção glutamatérgica, principalmente receptores N-metil D-aspartato (NMDARs). Vários paradigmas animais, como o isolamento social, a administração sub-crônica de PCP e o desafio inflamatório neonatal, que modelam aspectos da esquizofrenia, também resultam em déficits de PV e GAD, indicativos de que a patologia GABAérgica está subjacente aos comportamentos anormais nesses modelos. Paralelamente, os animais knockout e knockdown para subunidades NMDAR, tais como NR1 e NR2, apresentam alterações comportamentais semelhantes àquelas presentes na esquizofrenia. Estudos recentes demonstraram anormalidades na metilação do DNA em vários indicadores da função GABAérgica e glutamatérgica na esquizofrenia. Estas anormalidades incluem tanto indicadores de hipermetilação geral em regiões cerebrais importantes na patologia da doença como efeitos sobre componentes específicos principalmente ligados a neurônios GABAérgicos e glutamatérgicos. Estes achados sugerem que a metilação hiperfuncional do DNA pode ser responsável por deficiências nas neurotransmissões excitatórias e inibitórias. Existem também evidências que sugerem que tais efeitos podem ser melhorados pelo tratamento com fármacos antipsicóticos. Contudo, estes efeitos ainda não foram investigados nos modelos animais que mimetizam aspectos da esquizofrenia e em pacientes no primeiro episódio psicótico. Assim, o objetivo deste trabalho é avaliar se há hipermetilação nos marcadores GABAérgicos e glutamatérgicos no tecido cerebral e sangue periférico de ratos submetidos ao isolamento social e no sangue periférico de pacientes no primeiro episódio psicótico, irmãos e controles saudáveis.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CORSI-ZUELLI, FABIANA; FACHIM, HELENE APARECIDA; LOUREIRO, CAMILA MARCELINO; SHUHAMA, ROSANA; BERTOZI, GIULIANO; JOCA, SAMIA REGIANE LOURENGO; MENEZES, PAULO ROSSI; LOUZADA-JUNIOR, PAULO; DEL-BEN, CRISTINA MARTA. Prolonged Periods of Social Isolation From Weaning Reduce the Anti-inflammatory Cytokine IL-10 in Blood and Brain. FRONTIERS IN NEUROSCIENCE, v. 12, JAN 11 2019. Citações Web of Science: 0.
FACHIM, HELENE A.; SRISAWAT, UMARAT; DALTON, CAROLINE F.; REYNOLDS, GAVIN P. Parvalbumin promoter hypermethylation in postmortem brain in schizophrenia. Epigenomics, v. 10, n. 5, p. 519-524, MAY 2018. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.