Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da atividade cicatrizante de araticum (Annona crassiflora Mart.)in vitro

Processo: 16/15746-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2017
Vigência (Término): 31 de março de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Etnofarmacologia
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Glaucia Maria Pastore
Beneficiário:Lívia Garcia Prado
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Cicatrização   Alimentos funcionais   Antioxidantes

Resumo

A cicatrização é um processo composto por três fases interdependentes. As fases são a inflamação, a proliferação e o remodelamento. Em cada fase atuam células como os linfócitos, macrófagos e leucócitos, e também mediadores como as citocinas. Adicionalmente, compostos antioxidantes agem combatendo os radicais livres presentes no local da lesão e aumentando a eficiência do processo cicatricial também através da estimulação de fibroblastos e de colágeno. Os compostos antioxidantes estão presentes em diversas plantas, incluindo a Annona crassiflora, mais conhecida como Araticum, pertencente à família Annonaceae e muito utilizada na medicina popular. O Araticum possui uma grande quantidade de compostos fitoquímicos e propriedades biológicas relatadas na literatura. A presença de flavonoides, ácido ascórbico e taninos, compostos já associados à melhora do processo cicatricial, reforça seu uso popular como cicatrizante e impulsiona a realização do atual estudo, o qual propõe caracterização do extrato bruto da casca e da semente do Araticum, análise da capacidade antioxidante e avaliação da capacidade cicatrizante do Araticum in vitro. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.