Busca avançada
Ano de início
Entree

Papel da ciclooxigenase-1 na produção de mediadores inflamatórios

Processo: 16/23540-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2017
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Celular
Pesquisador responsável:Alexandre Alarcon Steiner
Beneficiário:Bianca de Freitas Machado
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Prostaglandinas   Choque séptico   Inflamação   Ciclo-oxigenase 1

Resumo

As enzimas ciclooxigenases (COX) têm um papel fundamental na patogênese da sepse, em especial a isoforma COX-2, que é induzida nas células imunes durante o processo inflamatório. No entanto, apesar do papel da COX-1 na inflamação ter sido negligenciado historicamente, evidências recentes indicam que tal isoforma pode participar em respostas induzidas por LPS, principalmente nos casos mais graves de inflamação sistêmica e na fase inicial da resposta inflamatória. Tal isoforma estaria, portanto, associada à virada de febre para hipotermia em quadros de inflamação sistêmica intensificada, e também a respostas hipotensoras características de choque. Foi demonstrado que a atividade funcional da COX-1 encontra-se aumentada no baço em situação de hipotermia induzida por LPS. Nossa proposta é que a COX-1 produzida pelo baço tem papel decisivo nas respostas termometabólicas observadas em casos de sepse a partir da síntese de prostanoides por tal isoforma. Com o intuito de desvendar como a COX-1 interfere com o perfil de mediadores inflamatórios produzidos durante a inflamação sistêmica grave, estudaremos as ações de tal isoforma através da coleta do baço de ratos para estimulação de macrófagos in vitro, a fim de realizar dosagens de mediadores produzidos após estimulação com LPS. Além disso, estudaremos os produtos derivados da via da COX-1 em mastócitos diferenciados da medula óssea de ratos, também para avaliar as dosagens de mediadores inflamatórios produzidos após estímulo. Assim, visamos obter resultados que indiquem o papel da COX-1 durante a fase inicial da resposta inflamatória e quais os principais mediadores lipídicos produzidos por tal via no referido contexto. (AU)