Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da resistência óssea por análise de elemento finito e escore de osso trabecular (TBS) em indivíduos saudáveis com mais de 60 anos de idade

Processo: 17/00693-7
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2017
Vigência (Término): 31 de outubro de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Rosa Maria Rodrigues Pereira
Beneficiário:Jackeline Couto Alvarenga Amaral
Supervisor no Exterior: Steven Boyd
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Calgary, Canadá  
Vinculado à bolsa:15/14698-5 - Curvas de referência dos parâmetros ósseos obtidos por tomografia computadorizada quantitativa periférica de alta resolução (HR-pQCT) em homens saudáveis, BP.DR
Assunto(s):Reumatologia

Resumo

Osteoporose e sua principal conseqüência, a fratura é um problema mundial de saúde pública. A dupla absorção de raios-X (DXA) é atualmente o método mais aceito para o diagnóstico clínico e avaliação do risco de fratura. No entanto, esta tecnologia tem limitações, assim, há uma necessidade de estudar outros métodos para avaliar a qualidade óssea.Os parâmetros ósseos obtidos por tomografia computadorizada quantitativa periférica de alta resolução (HR-pQCT) e a análise de elementos finitos (FE), que predizem computacionalmente a resistência óssea, são cada vez mais usados para avaliar a qualidade óssea, o risco de fratura e as intervenções anti-fratura. O escore ósseo trabecular (TBS), derivado de imagens DXA da coluna lombar, é um índice estrutural de microarquitetura óssea em nível de cinza que prediz o risco de fratura independente da DMO. O objetivo deste estudo é avaliar a resistência óssea pelo elemento finito FAIM (Laboratório de Imagem Óssea - Numerics88 Solutions Ltd.) obtido a partir do rádio distal e tíbia com HR-pQCT e correlacionar com TBS derivado da coluna lombar em indivíduos saudáveis, para obter previsão de fraturas.Um total de 300 participantes brasileiros com 60 anos ou mais serão incluídos. Para avaliar a resistência óssea, utilizaremos o elemento finito FAIM (produto derivado do Bone Imaging Laboratory - Numerics88 Solutions Ltd.) que será medido a partir das análises previamente obtida com um sistema HR-pQCT (XtremeCT, Scanco Medical AG, Brüttisellen , Suíça). O software para cálculo do TBS é o TBS iNsight® Versão 2.1 (Med-Imaps, Bordeaux, França) analisado por meio de imagens DXA da coluna lombar.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ALVARENGA, JACKELINE C.; BOYD, STEVEN K.; PEREIRA, ROSA M. R. The relationship between estimated bone strength by finite element analysis at the peripheral skeleton to areal BMD and trabecular bone score at lumbar spine. BONE, v. 117, p. 47-53, DEC 2018. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.