Busca avançada
Ano de início
Entree

Adaptação de um Hepacivirus de roedor derivado de rato hcv-relacionado ao hospedeiro murino

Processo: 17/00287-9
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2017
Vigência (Término): 31 de março de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia
Pesquisador responsável:Paula Rahal
Beneficiário:Mariana Nogueira Batista
Supervisor no Exterior: Charles M. Rice
Instituição-sede: Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto, SP, Brasil
Local de pesquisa : Rockefeller University, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:16/02174-4 - Avaliação de peptídeos sintéticos na inibição direcionada do Vírus da Hepatite C, BP.DR
Assunto(s):Hepacivirus   Virologia

Resumo

A hepatite C é uma infecção causada pelo vírus da Hepatite C (HCV). Esta infecção frequentemente evolui para quadros crônicos, entretanto, os mecanismos envolvidos no resultado da infecção pelo HCV não são completamente compreendidos. O tratamento atual contra o HCV, baseado em agentes antivirais de ação direta (DAA) é altamente efetivo, mas caro e ainda não está claro se a cura do HCV gerada pelos DAAs, após décadas de infecção, prevenirá ou reverterá o desenvolvimento de doenças hepáticas relacionadas ao vírus. Não existe vacina para o HCV. O desenvolvimento de uma vacina eficiente tem sido limitado pela ausência de um modelo pequeno para infecção com HCV. O único modelo animal imunocompetente, o chimpanzé não estará mais disponível para pesquisa. Muitos modelos de camundongos humanizados e/ou engenheirados têm sido desenvolvidos para suportarem o ciclo de vida do HCV. Entretanto esses modelos são baseados in linhagens de camundongos significativamente imunocomprometidos. Consequentemente eles não são adequados para o estudo de respostas antivirais, patogênese do HCV ou para testar vacinas candidatas. Uma nova esperança surgiu com a descoberta de um hepacivirus de roedor relacionado ao HCV, denominado NrHV (Norway rat hepacivirus). O laboratório do Dr. Rice mostrou recentemente que NrHV é capaz de infectar camundongos do tipo selvagem imunocompetentes. Entretanto a infecção crônica poderia somente ser estabelecida se partes do sistema imune fosse suprimido. Em experimentos preliminares, a equipe do Dr. Rice também mostrou que NrHV pode ser adaptado ao hospedeiro murinho passando por camundongos com um sistema imune defeituoso. Portanto, o objetivo deste estudo é explorar a adaptação do NrHV a hospedeiros murinos e comparar NrHV adaptados com seu clone infeccioso original e então avaliar o ganho de fitness viral em um hospedeiro imunocompetente. Para isso, camundongos knockout para vias IFN/ISG da imunidade inata serão infectados com NrHV e seguidos durante o período de adaptação. Então camundongos WT serão infectados com NrHV originais e adaptados. A viremia, os níveis de ALT e a cronicidade no WT serão avaliados e comparados com a doença gerada pelo clone original. Os vírus capazes de gerar prolongada viremia, cronicidade ou elevado níveis de ALT no WT serão sequenciados e as diferenças conectadas com a adaptação no clone original.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Cientistas da Unesp sintetizam molécula capaz de eliminar o vírus da hepatite C 

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BATISTA, MARIANA NOGUEIRA; DA SILVA SANCHES, PAULO RICARDO; CARNEIRO, BRUNO MOREIRA; SILVA BRAGA, ANA CLAUDIA; FERNANDES CAMPOS, GUILHERME RODRIGUES; CHILLI, EDUARDO MAFFUD; RAHAL, PAULA. GA-Hecate antiviral properties on HCV whole cycle represent a new antiviral class and open the door for the development of broad spectrum antivirals. SCIENTIFIC REPORTS, v. 8, SEP 25 2018. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.